Foto: acervo pessoal

Com um público estimado de quase 9 mil pessoas, acontece nesta quinta-feira (04), às 17h, a Solenidade de Entrega do Bibico Escolar, uma solenidade inédita que reunirá todos os colégios militares da capital, do Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM) I ao VIII. O evento ocorre no Sambódromo, localizado na avenida Pedro Teixeira, 2565, bairro Dom Pedro I, na zona Centro-Oeste de Manaus.

Cerca de 2 mil e setecentos novos alunos receberão a cobertura militar de seus pais e responsáveis diante do nosso comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel PM Klinger Paiva, Comandante Geral e dos diretores das instituições.

Em entrevista ao portal Amazônia Press, o Tenente Coronel PM, Comandante e Diretor do CMPM II, Alisson da Silva Henriques, explicou um pouco mais sobre a solenidade.

“A entrega simbólica marca o fim do período de adaptação à rotina do Colégio Militar, nos estudos do regimento escolar e regulamento disciplinar, que teve início uma semana antes do ano letivo contando com diversas instruções, tais como: ordem unida, prevenção às drogas, educação ambiental, educação no trânsito, violência doméstica e familiar, crianças e adolescentes diante da lei, defesa pessoal”, disse.

Complementou ainda: “Após quarenta e cinco dias de ambientação, eles aposentam o uniforme de adaptação e fazem jus ao uso do uniforme diário e uniforme agasalho, juntando-se aos demais camaradas, alunos veteranos de cada CMPM”.

Esse momento representa uma etapa crucial de treinamento, onde os recrutas colocarão em prática as habilidades aprendidas e desenvolverão ainda mais a disciplina e o trabalho em equipe necessários para as operações militares.

O Tenente Coronel Henriques ainda falou sobre a expectativa para o evento.

“Que seja uma grande festa junto às comunidades escolares, criando laços, fortalecendo vínculos entre o Governo do Estado, Polícia Militar, Secretaria de Educação e famílias impactadas, em que todos irmanados possam fazer o q cabe a cada um para o crescimento e desenvolvimento dessas crianças e adolescentes, visando a construção de uma sociedade cada vez melhor e mais esclarecida, para o bem do povo do Amazonas”, disse.