24.5 C
Manaus, BR
28 de novembro de 2020
Destaques Segurança

Tragédia: bebê teve cabeça arrancada na Santa Casa durante o parto

Encaminhada para Belém, com oito meses de gestação, a mãe do menino, Daira Oliveira de Souza, de 26 anos, e estava internada na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará.

Na sexta-feira (16), a jovem entrou em trabalho de parto. Mas, o parto foi extremamente trágico. Ela esperava o pequeno Davi, mas o procedimento que seria cesárea, acabou passando a um procedimento normal, e durante o parto a criança teve a cabeça arrancada. 

Segundo  o pai do menino, Roberto Lemos, a cabeça da criança foi arrancada durante o procedimento. A acompanhante da gestante, identificada como Amanda, relatou à família de Daira que a equipe médica  forçou o parto normal, quando  médico que acompanhou a paciente em Ourém, não recomentou. 

“A Amanda é uma grande amiga da minha esposa. Ela falou que tinha visto tudo e ainda chegou a falar que a Daira não poderia ter um parto normal. Ainda assim, continuaram. Quando puxaram a criança, ela disse que a cabeça soltou do resto do corpo e acabou caindo no chão”, contou Roberto. 

Roberto Lemos teria dito que, a esposa passará por vários exames antes de vir para Belém e não  constava  anormalidade detectada no bebê, e sim um problema renal que, que segundo o médico da jovem, não iria interferir em nada durante o nascimento do bebê.

Revoltado, Roberto afirmou que vai registrar um B.O. para que a morte seja esclarecida. “É revoltante demais. Vamos fazer justiça pra isso”, disse o pai da criança, perturbado com a situação.  

O governador Helder Barbalho se pronunciou sobre o caso por meio das redes sociais, informando que toda a equipe foi afastada e solicita a investigação pela Polícia Civil e pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

 “Ao tomar conhecimento sobre o triste acontecimento na manhã deste sábado, na Santa Casa do Pará, mandei imediatamente afastar todos os envolvidos que participaram do atendimento a gestante, vinda de Ourém”,  comentou.

“Pedi também a Policia Civil do Pará que apure com rigor o ocorrido, abrindo um inquérito para investigar, junto com o Renato Chaves, as causas e os responsáveis, para eventuais punições sobre o caso”, concluiu.

Foto: Divulgação

Publicações Relacionadas

Fake news: Wilson Lima não vai apoiar David Almeida

Flavia da Hora

Vídeo: brincadeira da ‘rasteira’ volta em nova versão

Redacao

Sargento da PM é baleado durante assalto

Redacao

Deixe um comentário

WhatsApp chat