26.5 C
Manaus, BR
3 de julho de 2020
Destaques Política

Tobias afirma que Wilson Lima fazia muitas interferências e lhe causava constrangimentos

Durante a 10ª reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde do Amazonas, o Dr. Rodrigo Tobias de Sousa Lima foi ouvido.

O Dr. Rodrigo Tobias é ex-secretário da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), seu depoimento é fundamental, pois o mesmo foi demitido na época de agravamento dos casos de coronavírus (Covid-19) e seu nome consta no processo de compras dos respiradores mais caros do Brasil.

O documento possui o nome do ex-secretário, mas não tem a assinatura dele, isso porque Tobias foi demitido durante o processo de compras e foi substituído por Simone Papaiz. “Não tive acesso ao processo de compras”, afirmou.

Rodrigo Tobias afirmou que diversas vezes, o governador Wilson Lima apresentou projetos prontos para a Saúde, que na condição de secretario, não teve autoridade para avaliar e modificar, era simplesmente obrigado a executar sem questionar. Além disso, Tobias destacou que ficou sabendo que seria substituído na secretaria através de um portal de notícias; que se sentiu constrangido porque Wilson Lima não teria lhe avisado ou convocado uma reunião e que não sabe o motivo da sua demissão.

O ex-secretário lembrou que pediu para sair do cargo duas vezes, mas que o governador teria negado. Segundo o mesmo, o motivo de seu pedido era devido “as constantes cobranças e desconfianças do poder central. Só então, no dia 7 de abril de 2020, ele foi exonerado sem saber o motivo.

“Sua substituição naquele momento foi um erro. A pessoa que lhe substitui não estava preparada como secretária (se referindo a Simone Papaiz). O processo de compras dos respiradores foi fraudado”, destacou Wilker Barreto.

Dr. Gomes: advogado do governo Wilson Lima

Nas duas últimas reuniões da CPI da Saúde, o deputado estadual Dr. Gomes esteve se mostrando um grande apoiador das decisões de Wilson Lima, atrapalhando as pontualidade dos outros integrantes da CPI.

Dr. Gomes já reclamou do tempo dos depoimentos, da demora para almoçar e até pediu mais dias de folga para as reuniões CPI.

Enquanto os outros membros se preocupam em trazer respostas e descobrir quais são os verdadeiros culpados no descaso da Saúde pública, Dr. Gomes se preocupa com a saúde daqueles que não se importaram com a população. Fazendo diversos rodeios e afirmando o óbvio, Gomes tenta sempre amenizar e respaldar os depoentes para se protegerem na Lei.

Troca de farpas

No meio da reunião o deputado Dr. Gomes atacou o deputado Wilker Barreto, aumentou o tom de voz, interrompeu a fala de Wilker e disse: “Wilker não é dono dessa CPI”. Em seguida, ele questionou o tempo de fala de Wilker.

Para se defender, Wilker Barreto disse que concorda que o tempo seja cronometrado, que Gomes teria sua vez e acrescentou: “Não estamos aqui para elogiar o governo, quando for a vez do deputado Dr. Gomes, para não perder meu tempo, vou ao banheiro”.

Publicações Relacionadas

Vice-presidente Mourão quer fortalecer cooperação com a China

Conceição Melquiades

Faturamento caiu em mais de 80% das indústrias nos últimos 45 dias

Francisco Araujo

Relatório sobre crise nos presídios do AM é apresentado na Câmara dos Deputados

Conceição Melquiades

Deixe um comentário

WhatsApp chat