Tio mata sobrinha e coloca tijolo em sua boca para abafar os gritos

A morte da criança Estela Evangelista, de apenas seis anos, tem causado grande mobilização e revolta no Rio de Janeiro. Nesta sexta-feira, 11 de outubro, Paulo Sérgio, de 29 anos, tio da menina, confessou o crime, mas, aos poucos, cenas assustadoras vão sendo descritas pela polícia.

A principal, até o momento, é a de que dormiu com o corpo da menina, mesmo após esse já estar sem vida. Paulo, no entanto, nega que tenha abusado da sobrinha viva ou morta. Segundo Paulo ele colocou pedaços de tijolos, na boca da menina para abafar os gritos e a deitou na cama para simular que estava dormindo.
O assassinato da criança ocorreu porque ele não aguentava o clima dentro de casa e Estela teria brigas constantes com o irmão.

Irritado, o tio disse que levaria a menina para praia, mas, na verdade, já estava com o crime pré meditado em sua mente. Na casa de Estela moravam ao todo seis pessoas. A morte da garota teria ocorrido na própria casa da família. Após matar a sobrinha durante a madrugada de sábado, Paulo Sérgio afirmou que se levantou antes das outras pessoas que moram na casa, colocou Estela dentro de um saco e jogou o corpo em um terreno próximo à residência onde viviam.

Depois disso, com medo de ser assassinado por traficantes da região, ele decidiu não voltar à residência. o réu acabou confessando a ação a família relatou que Paulo Sergio e usuário de drogas.

Nas redes sociais, muitas pessoas ficaram revoltadas e pedem justiças. A mãe de Estela precisou sair do Rio de Janeiro, pois estaria sendo ameaçada de morte por traficantes da região.

Não se tem a confirmação se a mãe de Estela, irá ao velório da filha pois,mesmo com proteção policial teve ameaças dos traficantes da região e está bastante abalada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here