22.5 C
Manaus, BR
1 de dezembro de 2020
Saúde

Suicídio aumenta a cada ano, diz Ministério da Saúde

Suicídio aumenta a cada ano

Os últimos dados do Ministério da Saúde, divulgados em 2017, registraram 186 mortes por suicídio, somente no estado do Amazonas. No Brasil foram cerca 11.433 mortes pela mesma causa, sendo que a taxa de suicídios a cada 100 mil pessoas é maior entre os homens. São cerca de 9,2 para homens e de 2,4 para mulheres. A crescente taxa de suicídios levou várias instituições a abordarem o tema de forma mais ostensiva. O Ministério Internacional da Restauração (MIR) realizará um workshop, Suicidologia’, na próxima quinta-feira (23), no miniauditório MIR das 19h as 22h.

A primeira edição, o evento conta com a presença da psiquiatra Alessandra Pereira, que vai tratar o tema com foco voltado aos apóstolos, pastores, líderes, psicólogos, psicanalistas e assistentes sociais. Os temas abordados serão: “Identificar problemas na hora do atendimento; como acolher; o que perguntar; o que fazer e para onde encaminhar o paciente.

A campanha brasileira ‘Setembro Amarelo’ de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015, é uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

A diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde, Fátima Marinho, relata que o número de casos é maior, pois há uma perda de diagnósticos dos casos de suicídio.

Já a psicóloga Luiza Santiago diz que, mulheres tendem a falar mais sobre seu estado emocional e se cuidam mais, diminuindo os índices. Enquanto que os homens são mais “fechados” e, acabam acreditando que por serem “fortes” podem cuidar de tudo sozinhos, se isolando. A psicóloga também disse que, essas pessoas nem sempre querem se suicidar. Elas buscam uma forma de diminuir sua dor emocional, e por não encontrarem um direcionamento ou refúgio, optam por tirar a própria vida, como escape dos problemas.

Redes sociais aderem à campanha

Participando do combate contra o suicídio, o Instagram libera uma ferramenta onde usuários podem enviar um aviso anônimo sobre a publicação de amigos na rede social para que a pessoa seja aconselhada, além de que hashtags “suspeitas” também podem ativar o aviso automático.

Atendimento Gratuito

O Centro de Valorização da Vida (CVV), uma associação sem fins lucrativos, fundada em São Paulo, em 1962, presta serviços voluntários e gratuitos de apoio emocional e prevenção do suicídio, atende mais de 2 milhões de pessoas anualmente. Um convênio com o Ministério da Saúde em 2015 possibilitou a gratuidade do serviço, por meio da ligação pelo 188.

Os contatos com o CVV são feitos pelo telefone 188 ou pelo site

As vagas são para o workshop são limitadas. Informações e Inscrições podem ser adquiridas pelos: (92) 99139-1270 ou 98122-2301

Publicações Relacionadas

Prefeito cobra apoio das Secretarias para atingir meta de vacinação

Conceição Melquiades

Hapvida inova com método não invasivo de monitorização de compladicência intracraniana

Fabiane Monteiro

Casos confirmados do novo coronavírus no Brasil sobem para 234

Fernanda Lopes

Deixe um comentário

WhatsApp chat