26.5 C
Manaus, BR
3 de julho de 2020
Agronegócio Destaques

Setor primário do Amazonas está inoperante e produtores do interior sofrem com a falta de estrutura

As indústrias instaladas no Polo Industrial de Manaus geram milhares de empregos no Amazonas, uma outra vertente econômica no estado encontra-se à deriva. O setor primário que é a principal atividade econômica no interior e corresponde a uma produção que agrega pouco valor ao produto final ao resultado do trabalho duro, muitas vezes insalubre para milhares de famílias que insistem em acreditar que trabalhar no campo é a alternativa mais segura para seus filhos, ou ainda, a falta de alternativas para desenvolverem em outras atividades.

Diante desse cenário, o deputado estadual Dermilson Chagas (PODEMOS) denuncia que a secretaria de produção rural está inoperante nesse período de pandemia e que a população está sendo prejudicada pela falta de profissionais técnicos e implora ao governador Wilson Lima (PSC) que contrate os concursados aprovados no último concurso.

No Amazonas, as principais atividades econômicas praticadas no interior são: extração vegetal, mineral e animal; denominados respectivamente de extrativismo, atividades essas muitas vezes praticadas pela chamada mão de obra da agricultura familiar.

O setor primário tem a missão de suprir em partes as necessidades dos amazonenses que moram na capital e também nos municípios. Sem a produção em grande escala o setor é fragilizado e os produtos encarecem, deixando a população sem os alimentos necessários e básicos para sobrevivência.

“Durante todo o período da campanha do então candidato a governador Wilson Lima (PSC), o setor primário seria determinante para diminuir a importação de produtos agrícolas de outros estados e teria mais investimentos nos municípios para incentivar o produtor rural, mas, de acordo com as condições das estradas, ramais, e pouca produtividade no interior, fica cada vez mais difícil permanecer vivendo na zona rural”, declarou o morador do município de Rio Preto da Eva, Manoel Silva, mais conhecido como Careca.

Com a pandemia, os serviços foram paralisados para evitar a propagação do vírus e os principais ramais de acesso a estrada AM-010, estão em péssimas condições de trafegar. Nesse período, os ramais deveriam estar pavimentados e em condições de escoar os produtos dos agricultores, completou o agricultor.

Procuramos as assessoria de imprensa do Governador Wilson Lima e da Sepror, porém não quiserem se pronunciar a respeito da denúncia do deputado.

Publicações Relacionadas

12 sintomas de transtorno depressivo que nunca devem ser ignorados

Francisco Araujo

Deputado libera R$ 15,5 milhões em emendas para os municípios do Amazonas

Francisco Araujo

Câmara pode votar nas próximas semanas PEC do Fundeb Permanente

Francisco Araujo

1 Comentários

Avatar
Janio César Bezerra Benevides 24 de junho de 2020 at 17:23

Esse boneco da mídia esquerdista, tem que ser cassado e preso, por destrui nosso estado.

Resposta

Deixe um comentário

WhatsApp chat