25 C
Manaus, BR
18 de janeiro de 2021
Agronegócio Destaques

Sepror envia 300 mil pós-larvas de tambaqui para piscicultores

A Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), forneceu 300 mil pós-larvas de tambaqui, beneficiando um total de 100 produtores do setor pesqueiro nos municípios de Carauari, São Gabriel da Cachoeira e Careiro Castanho.

Por meio da Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura (Sepa), foi dada continuidade nesta semana ao programa de apoio permanente aos piscicultores amazonenses.

“Esta é uma atividade contínua da Secretaria, via Centro de Produção de Alevinos de Balbina, trabalhando em consonância com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) e Organizações da Sociedade Civil (OSC) do setor aquícola”, afirmou o titular da Sepa, Leocy Cutrim.

Um dos beneficiados é o produtor rural Pedro Egídio Cassol, que tem propriedade no Km 75 da BR-319 (Manaus-Porto Velho), no município de Careiro (a 88 quilômetros da capital). Diretor da Cooperativa dos Produtores de Peixe do Careiro Castanho (Capruc), ele considera a importância do Sistema Sepror nesse processo.

 “Essa visão que vai além das ações básicas, que vê também as reais necessidades do produtor, é um olhar importante e decisivo para o desenvolvimento da nossa piscicultura. Somos muito gratos pelo apoio que temos recebido do Governo à nossa cooperativa”, disse o diretor.

Para os piscicultores do Careiro foram enviados, na segunda-feira (03/08), 200 mil pós-larvas. Ontem (04/08) foi a vez de São Gabriel da Cachoeira, para onde 100 mil pós-larvas foram despachadas a partir da sede da Sepror. Nesta quarta-feira (05/08), o destino é o município de Carauari, com 150 mil pós-larvas de tambaqui.

Fonte: Assessoria de imprensa Sepror

Publicações Relacionadas

A Fazenda: Biel compara corpo de Jojo Todynho com o de Mc Mirella e web crítica

Redacao

Venezuelana morta com dois golpes de faca dentro de casa na zona Oeste

Jeanne Gade

David Almeida estuda parceria com o Estado e setor privado para abrir hospital de campanha

Luciana Silva

Deixe um comentário

WhatsApp chat