27 C
Manaus, BR
28 de setembro de 2020
Cidades

Projeto aumenta esperanças para crianças e adolescentes através do esporte

Realizando Sonhos é um projeto social fundado por Amanda Sampaio e Valcilene do Nascimento que ajuda nos sonhos de crianças e adolescentes de famílias carentes com atividades esportivas. Localizado no antigo ARAR da cidade de Manaus (atualmente o ARAR é o Centro de Convivência da Familia Teonízia Lobo do bairro Amazonino Mendes, conhecido como Multirão), foi fundado dia 13 de julho de 2015.

Amanda falou em uma conversa com o portal Amazônia Press que o que motivou a ela e Valcilene a fundarem o projeto é ver os sorrisos das crianças e também as melhorias que as crianças apresentam nas suas escolas. Amanda contou ao portal que o projeto começou com brincadeiras na rua, o que gerava reclamação entre os vizinhos. O projeto tenta estimular as crianças nos estudos também, exigindo média de nota 08. Porém, Amanda e Valcilene não estão exigindo neste ano, devido ao tempo de pandemia. Valcilene também relatou ao Amazônia Press que elas começaram com 7 crianças e que atualmente possuem 80 participantes. Contudo, ainda segundo ela, poucas crianças estão participando devido ao tempo pandêmico do novo coronavírus.

O trabalho social das duas funciona de segunda a sexta. Segunda das 19h às 20h, terça das 19h às 20h, quarta das 17h até 18h e 19h até as 20h, quinta das 17h até as 18h e sexta das 18h até as 19h. Diariamente eles fazem primeiro com uma oração de agradecimento, depois cada participante fala como a sua vida foi transformada através do esporte e também como andam na escola. Depois, todos fazem exercícios físicos.

Valcilene contou pra Amazônia Press que teve a vida mudada, junto a de Amanda, com o trabalho que as duas desempenham. “Sou uma pessoa melhor, mais calma. Entendo melhor os problemas das pessoas, sou mas humana e, se eu pudesse, ajudaria mais as famílias de nossas crianças”. Amanda falou também que teve várias mudanças em si, como aprendeu a ver dificuldades principalmente de crianças sem oportunidade no esporte.

A sociedade pode ajudar com materiais esportivos, como bolas, coletes, cones, bambolês e escadas. Valcilene vê que o projeto, além disso, necessita do apoio da sociedade, como, conforme sua fala, “ás vezes a sociedade ainda critica o trabalho e julgam muito”.

Telefones para contato:

Amanda Sampaio – (92) 99312-1562

Valcilene do Nascimento – (92) 99262-9453

Publicações Relacionadas

‘Merenda em Casa’ alcança ribeirinhos do Puraquequara

Fabiane Monteiro

PL aprovado na Aleam, alega funcionamento essencial de igrejas

Fabiane Monteiro

Presidente viajará para Assembleia da ONU no dia 23

Victoria Cavalcante

Deixe um comentário

WhatsApp chat