23.5 C
Manaus, BR
23 de janeiro de 2021
Destaques Segurança

Preso em Manaus, suspeito de mandar matar o vizinho que lhe devia dinheiro

 Na manhã de quarta-feira (13), France Daik Sinfronio Batista, 37, foi preso em cumprimento a mandando de prisão preventiva por envolvimento no homicídio qualificado de Jacó Pinheiro de Araújo, que tinha 25 anos.

O homem é suspeito de mandar matar o vizinho que lhe devia dinheiro. O fato aconteceu no ramal do Chicão, no Km 25 da rodovia estadual AM-352. No dia 4 de janeiro, por volta das 19h quando os suspeitos Emerson Almeida de Araújo, 20, junto com Andrey Souza da Gama, 18 e ainda France Daik, se reuniram e durante a conversa, France teria oferecido uma quantia de R$ 2 mil reais para o serviço.

O serviço seria eliminar com o vizinho Jacó, que segundo France lhe devia dinheiro. O motivo da rixa, é que a vítima teria utilizado um forno para produzir carvão, vendido o produto e não teria repassado o dinheiro a ele, que era o dono.

Segundo o delegado Rodrigo Torres, titular do DIP de Manacapuru, Emerson Almeida de Araújo, 20, já está preso, e Andrey Souza da Gama, 18, sendo procurado. As investigações tiveram início, após a família da vítima registrar um Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia informando o homicídio.

Com base nas informações, imediatamente nos deslocamos até o ramal, onde descobrimos as circunstâncias do delito, os autores e a motivação. As investigações apontaram que Jacó estava devendo uma quantia em dinheiro para France Daik, o mandante do crime, por ele ter utilizado um forno utilizado para produzir carvão, vendido o produto e não ter repassado o dinheiro a ele, que era o dono”, disse o delegado.

France porém não pagou o valor para os infratores, pois logo eles foram procurados pela polícia de Manacapuru.

No dia 6 de janeiro, foi expedido o mandado de prisão contra os três suspeitos, pela Comarca de Manacapuru. A primeira prisão efetuada foi a de Emerson, que durante a oitiva, confirmou toda a ação criminosa. O delegado então foi em busca de France Daik que foi localizado na Comunidade da Sharp, bairro Armando Mendes, zona leste de Manaus.

Para realizar a prisão dele, contamos com o apoio dos policiais civis do 30° DIP. Durante a ação, o infrator tentou se passar por outra pessoa, mas ele foi reconhecido pela equipe. Já o terceiro suspeito, Andrey, continua foragido, e vamos continuar as diligências para localizá-lo”, relatou Torres.

O crime pelo qual responderão France Daik e Emerson será por homicídio qualificado. Eles permanecerão na carceragem da DIP de Manacapuru, à disposição da Justiça.

Foto: Divulgação

Publicações Relacionadas

Polícia Civil encontra os carros do assalto à banco dentro do milharal

Jeanne Gade

Presidente do Sinpol-Am é preso em casa noturna

Redacao

Josué expõe Jornal A Crítica: “eu era o queridinho, mas tudo mudou”

Victória Cavalcante

Deixe um comentário

WhatsApp chat