Fotos - Eliton Santos/ Semed

Como forma de reconhecimento, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou, na manhã desta sexta-feira, 1º/12, uma cerimônia de premiação aos educadores e estudantes destaques no projeto “Professores Fascinantes, Alunos Brilhantes – Eu Faço Parte, 2023” e a “17ª Olimpíadas de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) 2022”. O evento aconteceu no auditório da Semed, na avenida Maceió, zona Centro-Sul da capital.

A ação é organizada pelo Departamento de Gestão Educacional (Dege) e tem a finalidade de premiar estudantes e professores da rede municipal de educação, que alcançaram os melhores desempenhos. “Essa é uma grande festa da educação, que tem um tema muito importante, que é a valorização dos professores que desempenham durante todo o ano letivo um trabalho de excelência com os nossos alunos e, com isso, eles alcançam lugares que nem imaginavam. Por isso, hoje é dia de comemorar e honrar todos que se empenham no processo de ensino e aprendizagem”, mencionou o diretor da Dege, Anézio Mar.

No projeto “Professores Fascinantes, Alunos Brilhantes”, são avaliados os alunos do 6º ao 9º, do ensino fundamental, com o melhor desempenho nos estudos, que tenham 90% de assiduidade, não possuam registro de ocorrência na escola, entre outros. No total, sessenta e cinco alunos foram premiados com troféus e medalhas.

A aluna Ennily Vasconcelos, 14, 8º ano, da escola municipal Francisca Pereira disse estar muito orgulhosa em fazer parte dos homenageados. “Primeiro, quero agradecer a Deus, e dizer, também, que não esperava receber essa premiação”, disse a estudante.

Os professores homenageados representaram as Divisões Distritais Zonais (DDZs), das quais fazem parte, assim como as escolas. Dessa forma, foram sete professoras e escolas reconhecidas pelo trabalho desenvolvido este ano, que receberam certificado de Honra ao Mérito e placa de Menção Honrosa, respectivamente.

A professora de língua portuguesa, Yara Dantas, da escola municipal José Sobreira do Nascimento, no Tarumãzinho, representou a DDZ rural. “É uma honra muito grande receber esse certificado, que valoriza não só o professor, mas também o aluno. O projeto demonstra todo o trabalho que é executado durante o ano letivo, que sempre buscamos o melhor para as nossas aulas e, assim, atingir a meta, que é a melhoria do ensino nas escolas”, destacou a educadora.

Já a Obmep, é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras. A rede municipal de educação premiou 12 alunos, sendo três com medalhas de prata e nove de bronze, no nível 1, referentes ao 6º e 7º anos e nível 2, que são do 8º e 9º anos.

Uma das medalhistas de prata é a aluna Manuela da Silva, 14, 8º ano, do Centro Integrado Municipal de Educação (Cime) Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Filho, da Prefeitura de Manaus, no bairro São José, zona Leste. “Estou muito feliz em estar aqui recebendo essa medalha. O processo foi de muito esforço, dedicação e apoio dos nossos professores e familiares”, comentou a aluna.

Durante o evento, também foram premiados três alunos medalhistas de ouro, na Olimpíada Nacional de Ciências 2023, da escola municipal Antônia Pereira da Silva. “É um orgulho representar nossa escola nessa Olimpíada e trazer a medalha de ouro. No próximo ano, vamos tentar de novo”, prometeu Anderson da Mota.

— — —

Texto – Érica Marinho/ Semed