25.5 C
Manaus, BR
25 de fevereiro de 2021
Destaques Saúde

Prefeitura ajuíza ação civil pública na Justiça Federal para vacinação de coveiros

A Procuradoria Geral do Município de Manaus (PGM) atendeu a uma determinação do prefeito David Almeida e ajuizou na Justiça Federal uma ação civil pública contra a União, pedindo a inclusão dos agentes de inumação, chamados também de coveiros, no grupo de prioridade da vacina. A ação aconteceu na noite dessa segunda-feira (25). 

Segundo o procurador-geral do Município, Marco Aurélio de Lima Choy, ainda que aconteça a adoção de todos os protocolos de prevenção, esses profissionais podem acabar se contaminando com o novo coronavírus.

“Esse é um olhar de humanidade, que o prefeito David Almeida nos chama atenção, para com esses guerreiros, que desempenham suas atividades ficando expostos ao risco da contaminação e, portanto, precisam ser amparados em um grau de prioridade, nesse momento tão difícil que estamos vivenciando em Manaus”, esclareceu Choy.

Uma lista com nomes de 157 agentes de inumação e de profissionais que atuam em necrotérios foi passada ao Poder Judiciário com o pedido da inclusão no Plano Nacional de Imunização, feito pelo Ministério da Saúde. A PGM aguarda a concessão de uma medida de urgência.

“Nossa expectativa é da concessão de uma medida de urgência, uma medida liminar da Justiça Federal, submetendo a lista dentro de um processo de transparência das pessoas que estão sendo imunizadas e exercendo um papel importante nessa luta de combate à covid-19. No caso dos agentes de inumação, numa trincheira tão difícil, que é a de sepultar nossos entes queridos, precisam ser incluídos”, destacou Choy.

Fonte: Assessoria.

Publicações Relacionadas

Palmirinha Onofre recebe alta hospitalar na véspera de Natal

Luciana Silva

Black Is King | Álbum visual de Beyoncé ganha trailer impressionante

Francisco Araujo

Roberto Cidade é acusado por Joana Darc de compra de votos

Luciana Silva

Deixe um comentário

WhatsApp chat