25.5 C
Manaus, BR
25 de fevereiro de 2021
Destaques Segurança

Polícia Civil prende segundo envolvido na morte de capitão da PM

Hitalo Guimarães de Souza, vulgo “Maicon”, 18 anos, suspeito de envolvimento na morte do Capitão Deivide, foi preso pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), na quinta-feira (14), em cumprimento a mandado de prisão temporária.

Hitalo, é apontado como envolvido no latrocínio do capitão da Polícia Militar, Deivide de Souza Chaves, ocorrido no dia 12 de janeiro, na zona leste de Manaus.

O primeiro suspeito foi preso na quarta-feira, por policiais militares da Força Tática e conduzido a  Derfd, onde prestou depoimento.

No vídeo que circulou nas redes sociais, aparece um veículo, branco, e um dos suspeitos praticando um assalto no bairro do Parque Dez de Novembro.

De acordo com o delegado Aldeney Góes, após colher as informações na oitiva do primeiro suspeito, os policiais civis, em uma ação coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), foram ao conjunto Castanheiras, zona leste, e realizaram a prisão de Hitalo.

José apontou o Hitalo como um dos homens que estava no carro durante o crime que vitimou o capitão. O suspeito é conhecido pela alcunha de Maicon. Nós fizemos uma acareação dos dois suspeitos e foi comprovado o envolvimento do Hitalo, mas ele nega o envolvimento”, explicou o delegado.

Hitalo foi autuado em crime de latrocínio, e conduzido a uma unidade prisional. Mas, o autor dos disparos contra o capitão da Polícia Militar, identificado como Gabriel Coelho do Amaral, vulgo “Macaco”, já possui um mandado de prisão temporária embora ainda se encontre foragido.

Foto: Portal do Zacarias

Publicações Relacionadas

O auxílio emergencial pode ser estendido por pressão política

Flavia da Hora

Susto na concentração: Jogadores pulam do 1º andar, durante incêndio

Jeanne Gade

Sexta pesquisa sobre eleição em Manaus é lançada

Luciana Silva

Deixe um comentário

WhatsApp chat