29 C
Manaus, BR
22 de abril de 2021
Segurança

PM do Amazonas irá receber reforço no patrulhamento, rede de comunicação e novos armamentos

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, informou que a Polícia do Amazonas contará com amparo jurídico, treinamento, novas viaturas e armamento especializado, na capital e no interior. A polícia do interior do Estado receberá também  rede de comunicação via satélite, 140 lanchas para o patrulhamento em rios e lagos. A ampliação da proteção de fronteiras faz parte dos projetos que deverão ser iniciados até o mês de junho.

Ações e medidas de combate aos assaltos e furtos oriundos, na maioria das vezes, pelo alto índice de tráfico de drogas nas comunidades tem sido a principal tarefa do secretário de Segurança, coronel Luoismar Bonates.

“O nosso maior problema hoje é a insegurança. Quem mais incomoda a população é o traficante que mora dentro das comunidades. Esse traficante influencia e recruta jovens para o crime e isso aumenta a bandidagem, gerando assaltos, furtos e os homicídios, que cada vez mais crescem entre as facções por conta da disputa por ponto de venda de drogas”, disse Bonates.

Coronel Bonates
Durante os primeiros 56 dias do ano de 2019, foram realizadas cinco operações, sendo três na capital e uma no interior do estado – fotos: divulgação/SSP

O secretário informou ainda que, os policiais precisam de proteção e garantias do Estado para trabalharem com mais confiança quando houver confronto com bandidos. Segundo Bonates, na maioria das situações o bandido vira o ‘mocinho’, da história enquanto a polícia torna-se réu. “Não dá pra trabalhar dessa forma. É preciso equipar e preparar melhor o homem que defende os cidadãos de bem deste país para desempenhar o seu papel com segurança. Afinal, o policial está representando o Estado e defendendo a sociedade e não pode ser negligenciado”, explicou.

Seguindo uma determinação do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), Bonates informou que haverá dinamização do PM. Para valorizar ainda mais o policial será vista, também, a questão da meritocracia.

Em Brasília, o secretário de Segurança, Louismar Bonates disse que entre os dias 18 e 20 de fevereiro, durante reunião do Conselho Nacional de Secretários de Segurança Pública, conversou com o secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo e, solicitou que a proteção das fronteiras também fosse ampliada.

O evento reuniu o Conselho Nacional de Secretários de Segurança Pública, que discutiram propostas da Lei Anticrime. Bonates aproveitou o momento e solicitou recursos para aquisição de 140 lanchas, 100 fuzis e outros materiais, além da implantação da rede de comunicação via satélite, para interligar unidades policiais do interior do Amazonas, que é o projeto VT Sat, informou.

Bonates contou que o uso das lanchas auxilia na caça aos traficantes que usam as rotas fluviais para fugir. Dessa forma eles não terão mais como escapar do patrulhamento dos PM. O transporte aquático é adequado para o encalço. Armas e rede de comunicação via satélite para poder interligar unidades policiais do interior também foram solicitadas.

Segundo o Bonates, a solicitação das 120 lanchas serve para efetuar o policiamento nos rios e não somente em região de fronteira. “O nosso policiamento dever ser em grande maioria fluvial. As nossas áreas de proteção ambiental estão sendo invadidas pelos garimpeiros e pelos traficantes e, por ser área de proteção, é difícil o acesso. Em vista disso, nós temos que ter o acesso rápido, por meio das lanchas velozes para Polícia Civil e Militar”, informou.

Rocam
O que mais incomoda a população é a insegurança causadas pelos traficantes infiltrados na comunidade

Integração das Polícias

A readequação do policiamento e a integração da PM com Guardas municipais também faz parte dos projetos do secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates. Ele revelou que existe um plano piloto implantado no município de Tefé, há 523 quilômetros de Manaus, conhecido como rota do tráfico. Tefé será o primeiro município com o sistema integrado de Policiais Militares e Guardas municipais.

O reforço do policiamento irá garantir maior intensificação e efetividade no combate à marginalidade, conforme Bonates.

Rocam

Os policiais das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) receberão 11 viaturas de duas rodas novas, que já estão disponíveis, aguardando apenas a readequação dos policiais. Bonates adiantou que as novas viaturas serão motocicletas, para que durante as blitz policiais, o PM possa acessar lugares de difícil acesso para viaturas de quatro rodas.

Os corredores de ônibus também serão beneficiados com a ronda da Rocam. A PM também manterá o serviço de ‘Operação Catraca’, visando coibir os assaltos a ônibus da capital.

Secretário de Segurança Pública
“Precisamos combater o crime e dar uma resposta à sociedade”, disse Bonates.

Operação Presença

Durante os primeiros 56 dias do ano de 2019, foram realizadas cinco operações, sendo três na capital e uma no município de Lábrea, distante 703 km da capital Manaus. Cerca de 120 prisões foram efetuadas e mais de uma tonelada de drogas apreendidas. “Estamos trabalhando em várias frentes com o intuito de diminuir o tráfico de drogas e com isso o alto número de homicídios. É necessário o trabalho em longo prazo, mas também o serviço imediato nas comunidades”, explicou.

Bonates integrou o sistema de Segurança Pública do Estado no governo de José Melo (Pros), de 2014 a 2017. Ele foi o primeiro secretário de Administração Penitenciária (Seap), a assumir o comando do órgão criado em março de 2015.

“Quando estive na secretaria pela primeira vez procurei fazer um bom trabalho, e fiz. Mas, quando saí e mudei o direcionamento do meu olhar, percebi que o que mais incomoda a população é a insegurança que as comunidades vivem. São os traficantes infiltrados na comunidade junto com o cidadão de bem que fazem o maior mal as famílias. Precisamos combater e dar uma resposta à sociedade”.

Publicações Relacionadas

SSP incinera uma tonelada de drogas, no valor de R$15 milhões

Jeanne Gade

Acidente de trânsito com vítima fatal no Jorge Teixeira.

Jeanne Gade

Traficante corta cabelo de blindada e bate com pernamanca

Redacao

Deixe um comentário

WhatsApp chat