22.5 C
Manaus, BR
30 de novembro de 2020
Destaques Mundo

Pandemia acelera mudança no trabalho de humanos para robôs, diz estudo

Os robôs destruirão 85 milhões de empregos em empresas de médio a grande porte nos próximos cinco anos, à medida em que a pandemia da covid-19 acelera mudanças no local de trabalho que devem acentuar as desigualdades, segundo estudo do Fórum Econômico Mundial (WEF).

Pesquisas com cerca de 300 empresas globais revelaram que quatro em cada cinco executivos estão acelerando planos para digitalizar o trabalho e implantar novas tecnologias, desfazendo ganhos de emprego obtidos desde a crise financeira de 2007-08.

“A covid-19 acelerou a chegada do trabalho do futuro”, disse a diretora administrativa do WEF, Saadia Zahidi.

Novas habilidades

Para os trabalhadores que deverão permanecer em suas funções nos próximos cinco anos, quase metade precisará aprender novas habilidades e, em 2025, os empregadores irão dividir o trabalho entre humanos e máquinas, concluiu o estudo.

De modo geral, a criação de empregos está diminuindo e a destruição de empregos acelerando, conforme empresas em todo o mundo usam tecnologia em vez de pessoas para programação, contabilidade e administração.

A boa notícia é que mais de 97 milhões de empregos surgirão em setores de tecnologia como inteligência artificial (IA) e na criação de conteúdo, disse o WEF.

Por Michael Shield – da agência Reuters – Zurique

Publicações Relacionadas

Invasores de terra indígena ameaçam fiscais do Ibama no Pará

Flavia da Hora

Jovem assassinado a tiros no Ramal Chico Mendes

Jeanne Gade

Sindicato dos Médicos homenageia os médicos mortos na pandemia

Flavia da Hora

Deixe um comentário

WhatsApp chat