22.5 C
Manaus, BR
30 de novembro de 2020
Saúde

‘Outubro Rosa’ alerta para autocuidado e busca por exames preventivos na rede municipal

Foto de Ingrid Anne da Semcom

“Faço um alerta a todas as mulheres, que façam o exame das mamas, pois agora eu entendi o quanto é importante”. Essa é a mensagem da dona de casa Geisiane Barros, 34, atendida na última quarta-feira (14), na Policlínica Castelo Branco (PCB), zona Centro-Sul da cidade, uma das unidades da Prefeitura de Manaus referenciadas para o acolhimento de casos suspeitos de câncer de mama e colo do útero.

A paciente foi na semana passada até uma Unidade Básica de Saúde (UBS), após ter notado um pequeno nódulo na mama direita, lá ela recebeu atendimento por um clínico geral, foi orientada e encaminhada, mediante agendamento para a policlínica, onde foi atendida pelo mastologista Luciano Brandão. Seu nódulo foi examinado e ela recebeu encaminhamento para o hospital da Mulher, da rede estadual, onde será feita a biópsia e, caso necessário, iniciará o tratamento.

A partir da identificação dos sintomas e sinais, mulheres em qualquer faixa etária devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência, a fim de serem atendidas e avaliadas por um profissional de saúde (enfermeiro ou médico generalista). Durante o atendimento, será solicitada uma mamografia ou ultrassonografia de mama, para auxiliar a esclarecer a suspeita diagnóstica, além de consulta com médico especialista, um mastologista, que dará o devido encaminhamento para uma unidade hospitalar, como a Fundação Cecon, o hospital Getúlio Vargas e o hospital da Mulher.

Segundo o mastologista da policlínica Castelo Branco, Luciano Brandão, na maioria dos casos em que o diagnóstico é feito precocemente, a doença pode ter cura. “O ‘Outubro Rosa‘ é um momento de divulgação e de conscientização. Atualmente, caso haja diagnóstico em tempo hábil, a chance de cura de uma mulher com câncer de mama é de 95%, ou seja, é uma doença curável. Nós temos hoje em dia tecnologia para oferecer às mulheres com câncer de mama não só tratamentos excelentes, mas resultados estéticos muito bons. Sempre vale a pena buscar assistência, do mastologista ou qualquer médico que possa auxiliar”, explicou.

Para Brandão, além do diagnóstico precoce, as mulheres devem ficar atentas sobre as formas de prevenção à doença. “Sempre me perguntam como evitar o câncer de mama. Ele pode sim ser evitado, nós ainda não temos uma receita que dê 100% de certeza de que você não vai ter o câncer de mama. Mas existem alguns hábitos, como controle do peso, alimentação saudável e exercício físico regular, que podem reduzir a possibilidade de ter essa doença”, explicou o mastologista.

O câncer de mama é, conforme Brandão, o segundo tipo de câncer com maior incidência entre mulheres, no Amazonas. “Cerca de 450 mulheres por ano são diagnosticadas com câncer de mama, o câncer do colo uterino ainda tem um número maior de incidência”, alertou.

A diretora da policlínica, Francicleia Azevedo, complementou ainda sobre o atendimento realizado na unidade municipal. “As UBSs fazem a captação das mulheres, coletam o preventivo, solicitam o exame de mamografia, intensificam as atividades educativas e nós, da policlínica Castelo Branco, trabalhamos em um serviço de referência do colo do útero, que é um atendimento especializado na realização do exame de colposcopia e biópsia, para detectar o câncer nas mulheres, o mais precocemente possível, e realizar o encaminhamento para a atenção secundária ou terciária, em tempo oportuno”, informou.

‘Outubro Rosa’

Desde 2017, o Fundo Manaus Solidária desenvolve, em parceria com a Semsa e a Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), a programação do “Outubro Rosa”. Todos os anos, são promovidas ações de intensificação aos cuidados com a saúde feminina. Por meio desse protagonismo da gestão municipal, são oferecidos centenas de atendimentos às mulheres nas mais de 200 Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Madrinha da campanha do Outubro Rosa, a presidente do Fundo Manaus Solidária e primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro reforça a importância dos cuidados preventivos, especialmente em tempos de pandemia. “A conscientização salva vidas e, por isso, nos preocupamos em informar e sensibilizar a todas as mulheres sobre a importância de um olhar mais atencioso para a própria saúde. É fundamental que todas façam os exames de prevenção regularmente e possam levar uma vida mais saudável, em todos os aspectos. O prefeito Arthur Virgílio Neto vê essa questão como prioridade em sua gestão, e que, mesmo no período de pandemia, os cuidados devem ser reforçados cada vez mais”, afirmou.

Segundo o secretário municipal de Saúde (Semsa), Marcelo Magaldi, a rede municipal está preparada para receber as mulheres. “O mês de outubro é totalmente dedicado à saúde das mulheres. E, historicamente, a Secretaria Municipal de Saúde, da Prefeitura de Manaus, realiza uma série de ações no sentido de incentivar mulheres a fazerem seu preventivo, então a gente pede a todas as mulheres, apesar da dificuldade da pandemia, e sempre atentando-se às medidas de cuidado e prevenção, que procure uma UBS, faça seu preventivo de colo do útero e de mama”, afirmou o secretário Magaldi.

Atendimento diferenciado

Para garantir o cumprimento das medidas sanitárias impostas pela pandemia de Covid-19, o “Outubro Rosa” em 2020 tem como destaque a educação e promoção da saúde, por meio da distribuição de material informativo e com rodas de conversa, com a presença de, no máximo, cinco pessoas.

As seguintes orientações devem ser mantidas para as usuárias que comparecerem às unidades de saúde, por causa do período de pandemia, que ainda não acabou, visto que o vírus causador da Covid-19 continua circulando: utilização de máscara facial; manter o distanciamento social; lavagem das mãos em água corrente e utilização de álcool em gel 70%.

Conforme as orientações do Inca/MS serão solicitadas as mamografias e realizadas coletas de preventivo das mulheres que se encaixarem na faixa etária do rastreio ou estiverem sintomáticas e esses exames serão agendados. Tais medidas são necessárias, a fim de evitar atividades que promovam aglomerações e, consequentemente, a disseminação da Covid-19.

Serviço de referência

O Serviço de Referência do Câncer do Colo do Útero (SRC) é habilitado para realizar procedimentos com finalidade diagnóstica e terapêutica do principal tipo de câncer que acomete as mulheres da região Norte (Colo do Útero). Os serviços de referência deverão atuar de maneira integrada à Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas, visando à integralidade do cuidado.

A Semsa possui dois serviços de referência habilitados: as policlínicas Castelo Branco e Antonio Comte Teles. Cada SRC tem em seu quadro de profissionais, um médico ginecologista, um enfermeiro e um técnico de Enfermagem. Nessas unidades de saúde são realizadas: seguimento de mulheres com lesão precursora de câncer, colposcopia e biópsia do colo do útero.

O acesso ao serviço é realizado por meio do Sistema de Regulação (Sisreg). As mulheres que realizam preventivo nas UBSs e têm resultado alterado, evidenciando lesão precursora de câncer de colo do útero, são agendadas para a realização de colposcopia e biópsia nas policlínicas, por ocasião do recebimento do resultado da biópsia os profissionais da policlínica entram em contato com a usuária e agendam a consulta de retorno,  para entrega do exames e encaminhamento para os pontos de atenção na rede de saúde, quando necessário. Somente os SRCs realizam encaminhamento para a Fundação Cecon.

Diagnóstico

O câncer de mama pode ser percebido em fases iniciais, na maioria dos casos, por meio dos seguintes sinais e sintomas, a maioria percebidos pela própria mulher, por meio do exame das mamas a qualquer momento ou lugar por isso é tão importante sua realização regular:

– Nódulo (caroço) fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos, quando o câncer é percebido pela própria mulher;

– Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

– Alterações no bico do peito (mamilo);

– Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço;

– Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

*Com informações da Semcom

Publicações Relacionadas

Economista Samy Dana explica modelo que prevê passagem do Amazonas pelo pico da pandemia

Redacao

Vídeo: enfermeiros protestam em frente ao Pronto Socorro 28 de agosto

Redacao

Governo do Amazonas recebe mais de seis mil unidades de EPIs doados por empresas do setor privado

AmPressRedacao

Deixe um comentário

WhatsApp chat