Foto: Divulgação

A Defesa Civil de Maceió confirmou na noite desta sexta-feira (1º) um tremor de terra na região próxima à mina da Braskem, marcando uma magnitude de 0,39. O abalo sísmico ocorreu a uma profundidade de 330 metros. Apesar do evento, não houve aumento na velocidade do afundamento do solo na área.

Segundo informações da Defesa Civil, a velocidade de afundamento reduziu de 2,6 cm para 1 cm por hora ao longo do dia de sexta-feira. O órgão está atento à situação, e o Centro de Monitoramento permanece em alerta máximo.

Nos últimos dias, entre 28 de novembro e 1º de dezembro, a mina 18 da Braskem, localizada em Maceió, experimentou um afundamento de 1,43 metros. Três sensores na região do antigo campo do CSA continuam emitindo alertas sobre a movimentação do terreno, aumentando a preocupação das autoridades.

O bairro do Mutange, já evacuado anteriormente, permanece em alerta máximo, e outros bairros vizinhos também foram afetados pelas evacuações. O risco iminente de colapso da mina levou a uma saída voluntária de moradores, e até um hospital transferiu todos os pacientes como medida preventiva.

A Braskem, empresa responsável pela mineração, assegurou que está monitorando continuamente a situação da mina 18 e que “continua tomando todas as medidas cabíveis para minimização do impacto de possíveis ocorrências”, colaborando integralmente com as autoridades competentes. A empresa reiterou seu compromisso com a segurança e o bem-estar das comunidades afetadas.

AM Post