29.5 C
Manaus, BR
19 de outubro de 2020
Cidades

Neyrimar Barreto, fala da superação das limitações da pessoa deficiente

 Neyrimar Furukawa  Barreto , é amazonense,  manauara, 52 anos, nasceu com deficiência visual e aos 8 anos, estava estudando no colégio Barão do Rio Branco, porém  a sua deficiência, não permitiu mais continuar,então, passou a morar no Rio de Janeiro, para estudar e separou-se da família por que era interno.

Sua deficiência não impediu de ir além, hoje ele é um representante político, que se lançou pré – candidato a vereador. Apesar da deficiência, ele concluiu o ensino fundamental, e no sistema braile, ele começou o segundo grau no Rio  e terminou  em Manaus, partindo para o curso superior na área de Direito, seguindo a pós-graduação em Direito Tributário.

 Na vida laboral, começou como servidor público, ingressando na Secretaria Municipal de Saúde, na função de agente administrativo. e depois na Secretaria de Finanças,no cargo de assistente técnico fazendário.

 Furukawa, passou para a Justiça Federal da seção judiciária do Amazonas do Tribunal Regional da primeira região. A ficha de liderança de Furukawa é longa , por exemplo,no Instituto Benjamin Constant foi presidente do Grêmio estudantil, foi presidente do Conselho Deliberativo  Fiscal da Associação dos Deficientes Visuais do Amazonas e da União dos Deficientes Visuais de Manaus, e diretor operacional da Codescop.  

Furukawa,advogou por 14 anos, depois passou a atuar na Justiça Federal. Mas chegou a atuar em várias áreas como a  civil principalmente na família, criminal, e nas ações de consumidor.

Pontuado como o primeiro deficiente visual  do Amazonas a se formar em direito, e advogar no estado, e o segundo  no Brasil, na função de jurado no Tribunal do Júri. Também contribuiu  na elaboração de várias leis, por exemplo a lei 3.432/ 2009, na lei 3812/12 e no decreto  30.487/10 o que regula a política estadual dos direitos da pessoa com deficiência do Amazonas além do decreto 33.176.

 Atualmente Furukawa, vem atuando na militância na causa da pessoa com deficiência e vem buscando a visibilidade, e a garantia de direitos, à proteção dos direitos, e a  ativação desses direitos.

 seu  trabalho incessante nesta causa à que  pertence, devido possuir uma deficiência, e dessa forma a sua luta é diária, além de  gostar do que faz, hoje se lança pré candidato a vereador na cidade de Manaus.

Este cidadão mostra que a deficiência, seja qual for, não é limitadora, mas impulsionadora de grandes carreiras.  A exemplo disso, temos Beethoven, musico clássico e deficiente auditivo.

Segundo a ONU, 650 milhões de pessoas tem algum tipo de deficiência, mas não estão à margem da sociedade. No Brasil são mais de 45 milhões de pessoas com deficiência.

Publicações Relacionadas

Hospital 28 de Agosto recebe cadeiras de rodas da Seped

Fernanda Lopes

‘Desmatamentos e queimadas virarão questão internacional’, diz Virgílio

Fabiane Monteiro

PM prende 11 pessoas e recupera cinco veículos roubados em Manaus

Fernanda Lopes

Deixe um comentário

WhatsApp chat