Foto: Reprodução

Na noite desta sexta-feira (01), uma tragédia chocou os moradores do bairro Águas Claras, na zona Norte de Manaus. Macivânia Monteiro dos Santos, de 30 anos, foi morta com extrema violência, sendo atingida por uma facada e quatro tiros.

A polícia militar, ao fornecer informações sobre o ocorrido, indicou que a vítima, Macivânia, era usuária de drogas e estaria enfrentando uma dívida com traficantes locais. Em uma tentativa de escapar da ameaça iminente, ela teria deixado o bairro, mas, infelizmente, optou por retornar na noite fatídica.

Ao regressar ao Águas Claras, Macivânia foi brutalmente assassinada com quatro tiros na cabeça e uma facada no tórax. As circunstâncias do crime indicam uma possível retaliação devido à suposta dívida com traficantes da região.

A equipe do Departamento de Polícia Técnico Científico (DPTC) foi acionada para realizar os procedimentos de perícia no local do crime, enquanto o Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo para procedimentos necessários.

AM Post