26 C
Manaus, BR
22 de abril de 2021
Destaques

Ministério Público deve investigar mortes por falta de oxigênio em hospitais do Amazonas

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Amazonas abriu uma investigação para apurar a falta de oxigênio nos hospitais e o envolvimento de pessoas físicas, jurídicas, servidores e entidades durante a crise da saúde no estado causada pelo avanço da pandemia de Covid-19.

No boletim epidemiológico desse domingo (17), O Amazonas registrou mais 68 mortes por Covid-19 e 1.277 novos casos confirmados. No total, 6.191 vidas foram perdidas no Amazonas desde o início da pandemia. O número de pessoas infectadas atingiu a marca de 230.644.

O estado enfrenta colapso no sistema de saúde por falta de oxigênio em hospitais de Manaus, que estão lotados por conta do aumento recorde de internações por Covid. Com o caos na Saúde, pacientes começaram a ser levados a outros estados.

“Diante do caráter emergencial dos fatos, a decisão de abrir o procedimento tem o objetivo de imediatamente coletar possíveis evidências de atuação criminosa organizada, a demandar pronta resposta como forma de também combater a situação vivenciada pela sociedade amazonense, em colaboração com demais promotorias envolvidas na promoção do direito à saúde, à vida e à dignidade da pessoa humana, sob a perspectiva de fazer cessar qualquer atuação criminosa que esteja colaborando com o atual cenário”, destaca a nota do MP.

Fonte: G1

Publicações Relacionadas

Caixa paga hoje auxílio emergencial para 9,4 milhões de trabalhadores

Redacao

Amazônia: descoberta fóssil ajuda ciência a evitar extinção de espécie

Francisco Araujo

Doar seu tempo e amor, é humanidade presente no projeto social Doe com Amor

Francisco Araujo

Deixe um comentário

WhatsApp chat