25.5 C
Manaus, BR
23 de outubro de 2020
Destaques Entretenimento

Melhor amigo de Jojo Todynho é assassinado no Rio de Janeiro

Melhor amigo de Jojo Todynho é assassinado no Rio de Janeiro

“Ela vai ficar destruída, pois a relação deles era de muitos anos. Mesmo antes do sucesso dela, eles já eram cúmplices”, disse amiga de Bruno Aurélio

Bruno Aurélio Siqueira Brito da Silva, de 37 anos, amigo de longa data de Jojo Todynho, foi encontrado morto no bairro de Senador Camará, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O rapaz tinha saído de casa do bairro de Realengo para ir a uma festa com amigos na noite da última quarta-feira (23).

De acordo com infomações que chegaram aos familiares, Bruno teria saído dessa festa com uma garota. Ele também estaria alcoolizado.

Sabe-se ainda que, em um determinado momento, alguém usando o celular de Bruno teria tirado uma foto dele e postado em um dos grupos de Bruno, dizendo para que alguém fosse buscar ele. No entanto, uma família soube que um carro preto teria tirado a vítima do porta-malas do carro, jogado ainda com vida na frente de uma lanchonete e depois atirado.

Flávia Guimarães, amiga há mais de 20 anos de Bruno, conversou com o R7 e confirmou a amizade que Bruno tinha com Jojo. “Eles tinham um vínculo muito forte. Uma coisa que posso afirmar que Bruno era super do bem e que Jojo sem dúvida vai ficar destruída, pois a relação deles era de muitos, muitos anos mesmo. Mesmo antes do sucesso eles já eram cúmplices” , disse.

Ainda não há previsão para o enterro de Bruno Aurélio, uma vez que documentos foram roubados. O celular do amigo de Jojo também não foi localizado. O plano funerário aguarda um documento para poder iniciar os trâmites do funeral.

Bruno Aurélio Siqueira Brito da Silva era técnico em telefonia e tinha quatro filhos.

Consulte Mais informação

Publicações Relacionadas

Artista francesa conta histórias ao criar desenhos na areia, no palco do Teatro Amazonas

Redacao

Procon Manaus notifica realizadores do show Sandy e Júnior sobre taxa de conveniência

Conceição Melquiades

Desembargador Wellington Araújo concede liminar e processo de impeachment contra governador Wilson Lima é adiado

Francisco Araujo

Deixe um comentário

WhatsApp chat