26.5 C
Manaus, BR
26 de fevereiro de 2021
Destaques Esportes

Japão nega que Olimpíada deste ano será cancelada

O Japão se manteve firme, nesta sexta-feira (22), em seu compromisso de realizar a Olimpíada de Tóquio neste ano e negou uma reportagem sobre um possível cancelamento, mas não parece provável que a promessa tranquilizará a preocupação do público com a realização do evento durante uma pandemia.

Embora grande parte do Japão esteja sujeita a um estado de emergência devido a uma terceira onda de infecções do novo coronavirus (covid-19), os organizadores da Olimpíada de Tóquio prometeram levar adiante os Jogos reagendados, que foram adiados em um ano por causa do vírus e devem começar no dia 23 de julho.

Um porta-voz governamental disse que “não há verdade” em uma reportagem do jornal britânico Times segundo a qual o governo concluiu nos bastidores que os Jogos teriam que ser cancelados.

The Times, que citou um membro graduado não identificado da coalizão governista do Japão, disse que agora o foco do governo está em garantir o evento para Tóquio no próximo ano disponível, que é 2032.

“Negamos claramente esta reportagem”, disse o vive-secretário-chefe de gabinete, Manabu Sakai, em uma coletiva de imprensa. Mais tarde, o chefe do Comitê Olímpico do Japão, Yasuhiro Yamashita, disse à Reuters que a reportagem é falsa e “fabricada”.

A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, disse que não se falou em cancelar ou adiar a Olimpíada e que se deveria registrar um protesto contra a reportagem do The Times.

O comitê organizador dos Jogos também negou a notícia, dizendo em um comunicado que seus parceiros, incluindo o governo e o Comitê Olímpico Internacional (COI), estão “totalmente concentrados” na realização do evento tal como programado.

“É muito decepcionante ver que o The Times está trabalhando uma matéria tão ao estilo de um tabloide com uma fonte indigna de confiança”, disse uma fonte do comitê organizador à Reuters. “O governo nacional está totalmente comprometido a realizar Jogos seguros e protegidos, e sempre ficamos estimulados com suas dedicações”, disse a fonte.

O Japão foi atingido menos duramente pela pandemia do que muitas outras economias avançadas, mas uma disparada recente de casos obrigou o país a fechar as fronteiras a estrangeiros não-residentes e a declarar um estado de emergência em Tóquio e em outras cidades.

Por Jack Tarrant e Sakura Murakami – Tóquio (Japão) – Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters

Publicações Relacionadas

Bolsonaro confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial

Francisco Araujo

Projeto que derruba decreto do Governo Wilson Lima, que aumentou conta de energia elétrica, pode ser votado amanhã

Flavia da Hora

Faturamento caiu em mais de 80% das indústrias nos últimos 45 dias

Francisco Araujo

Deixe um comentário

WhatsApp chat