RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Intérprete da personagem Ritinha na primeira versão de “Renascer”, Isabel Fillardis deu algumas entrevistas no ano passado em que dizia torcer para voltar ao remake. Não rolou e ela garante que não ficou chateada. “O que não é pra ser, não é pra ser”, resigna-se a atriz, no Camarote Nosso, na segunda noite de desfiles na Sapucaí.

“Está vendo a novela?”, logo querem saber. Não, não está. “Vi a primeira fase, mas para a segunda eu não estou tendo tempo”, afirma. Ritinha, seu papel há 31 anos, é filha de Inácia, cozinheira e uma espécie de segunda mãe do protagonista, José Inocêncio.

Agora quem a interpreta é a tiktoker de origem indígena Mell Muzzillo, 18. Fillardis não se sente representada. “Era uma pessoa preta, virou uma indígena, é outra coisa. Mas quero que a Mell seja feliz”, disse, ao lado da mãe, Sonia, com quem costuma badalar em festas e eventos.