Reprodução / Instagram @iris.apfel

A renomada artista Iris Barrel Apfel, ícone da moda americana, morreu aos 102 anos nesta sexta-feira, 1º, conforme anunciado em sua conta no Instagram. Conhecida por seus icônicos óculos redondos, Iris se autodenominava “estrela geriátrica” e alcançou a fama em sua terceira idade.

Nascida em 1921, em uma família judia de Nova York, estudou história da arte e se destacou como designer de interiores, renovando a Casa Branca para nove presidentes. Com uma extensa lista de colaborações com marcas renomadas, como H&M, Citroën, Magnum, Happy Socks e MAC, Iris conquistou 2,9 milhões de seguidores no Instagram. Em 2018, mesmo ano em que lançou sua biografia “Iris Apfel: Accidental Icon”, uma boneca “Barbie” foi criada em sua homenagem.

Presença constante na primeira fila dos desfiles de moda em Paris, a excêntrica Iris era reconhecida por seu estilo único, que a destacava entre as celebridades de Nova York. Seu apartamento na Park Avenue era repleto de obras de grandes designers do século 20, colecionadas ao longo de sua vida.

O Museu Metropolitano de Nova York realizou a primeira grande retrospectiva do guarda-roupa de Iris em 2005, e em 2014 ela foi tema de um documentário dirigido por Albert Maysles. Após 67 anos de casamento, Iris enfrentou a perda de seu marido, Carl, aos 100 anos. Sempre incentivando a originalidade, a ícone da moda desafiava os jovens a abandonarem os padrões convencionais e a ousarem ser diferentes, em vez de seguir um “uniforme moderno”.

JOVEM PAN