25.5 C
Manaus, BR
26 de novembro de 2020
Amazônia Destaques

Invasores de terra indígena ameaçam fiscais do Ibama no Pará

Um grupo de invasores da Terra Indígena Apyterewa, no sul do Pará, neste momento cerca uma base de fiscalização utilizada por equipes do Ibama, Funai e Força Nacional. Vídeos mostram um grupo de homens hostilizando a equipe de fiscalização e incendiando uma ponte de madeira que dá acesso à terra indígena.

Uma barricada com pneus e madeira foi erguida na frente da base e os invasores ameaçam fazer um incêndio para impedir que os fiscais continuem seu trabalho. A coluna apurou que foi solicitado a Brasília um reforço urgente da Força Nacional. O clima é de tensão e os servidores públicos temem pela sua segurança física.

Os servidores estão impedidos de entrar e sair da base, e não podem mais receber mantimentos e combustíveis, um quadro que evoluiu “de obstrução da fiscalização para cárcere privado”, segundo servidores que pediram para não ter os nomes divulgados.

A Terra Indígena Apyterewa, no município de São Félix do Xingu (PA), fica a cerca de 1 mil km de Belém (PA). Reconhecida como território tradicional dos índios parakanãs desde 1982, é hoje ocupada ilegalmente por mais de 1.500 não indígenas, segundo estimativas.

A retirada dos invasores era uma condicionante judicial para que a União obtivesse a licença ambiental de construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. A usina foi inaugurada pela então presidente Dilma Rousseff (PT) em 2016, mas a retirada dos invasores nunca foi cumprida integralmente. O governo de Michel Temer (2016-2018) iniciou mas depois abandonou o plano de retirada.

Foto: reprodução

Publicações Relacionadas

Plano de bioeconomia para a Amazônia será de longo prazo, diz Mourão

Redacao

Governo Wilson Lima pagou R$ 10 milhões por limpeza em escolas fechadas no período de pandemia

Flavia da Hora

Carlos Almeida vira X-9 do governador Wilson Lima

Flavia da Hora

Deixe um comentário

WhatsApp chat