Foto: Reprodução

A influenciadora digital Isabelly Aurora deve prestar esclarecimentos após ser intimada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM). O motivo é um suposto descumprimento medida cautelar da ação que investiga esquema de rifas ilegais em Manaus.

Aurora tem um prazo de cinco dias, a contar de segunda-feira (26), para justificar o porque não está comparecendo no período determinado em juízo.

A justiça definiu que a influenciadora se apresentasse uma vez ao mês na justiça para relatar as atividades até o fim da instrução processual.

Segundo a investigação coordenada pelo delegado Cícero Túlio, os influencers são acusados de promoverem rifas ilegais em Manaus. Réus e testemunhas vão ser ouvidos por meio de vídeo conferência. Além dos influenciadores quatro pessoas são acusadas de serem usadas como laranjas para receber recursos indevidos obtidos com as vendas das rifas.

As investigações apontaram que os influenciadores atuavam promovendo a divulgação de sorteios clandestinos em um sistema de premiação sem registro, por meio das redes sociais, e escoando posteriormente os valores, a fim de dissimular e ocultar, dificultando a atuação de autoridades de fiscalização e controle por parte do Ministério da Economia.

Em caso de descumprimento de medidas cautelares, a prisão preventiva da influencer poderá ser decretada novamente.

AMPOST