26.3 C
Manaus, BR
20 de junho de 2021
Destaques Saúde

Governo e Exército alinham ações do Programa Amazônia Conectada

O Governo do Amazonas e o Exército Brasileiro estão trabalhando em ações para fortalecer o Programa Amazônia Conectada, implantado pelo Exército em parceria com a Empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam), que leva infraestrutura de fibra ótica por cabos subaquáticos nos leitos dos rios da Amazônia.

Os avanços na conectividade irão possibilitar a expansão do projeto de Telessaúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM).

Representantes do Exército e do Governo estiveram reunidos para alinhar ações do programa, nesta segunda-feira (17/05), no 4º Centro de Telemática de Área (CTA) do Comando Militar da Amazônia. Entre os pontos debatidos esteve a assinatura de um acordo de cooperação técnica que será firmado entre o Governo, por meio da Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead), e o Exército. A minuta do acordo está sendo elaborada pela Sead em conjunto com o Exército.

“O Exército, a partir desta reunião, está solicitando junto ao Governo do Estado o serviço de conectividade. Com essa formalização teremos a governança do Estado com o apoio do exército e, principalmente, com a implementação e o apoio técnico da Prodam. Para SES-AM é fundamental esses avanços em conectividade, uma vez que já trabalhamos com o projeto de telemedicina e isso vem nos ajudando bastante”, explicou o secretário executivo adjunto de tecnologia da inovação (Seati) da SES-AM, Francisco Arce.

Da reunião, participaram também o secretário executivo de gestão de bens patrimoniais e gastos públicos da Sead, Fabrício Barbosa; o chefe do departamento de extensão tecnológica e inovação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Silva; os generais de divisão Carlos Dahmer e de brigada Carlos Góes; e o chefe do 4º CTA, tenente coronel Marcel Carvalho.

Telemedicina – De acordo com o secretário da Seati, a conexão por fibra ótica nos municípios dará impulso ao projeto de Telessaúde, executado pela SES-AM, em parceria com o Hospital Albert Einstein, por intermédio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).

O projeto está presente em 13 municípios do interior e na zona rural de Manaus; e superou 800 consultas especializadas em menos de sete meses. Segundo Arce, com o avanço da conectividade por fibra ótica, nas unidades de saúde, a meta é ampliar as especialidades médicas do projeto.

“O que nós queremos agora junto aos municípios é ampliar os serviços especializados. Hoje, estamos com sete especialidades que o Albert Einstein tem oferecido, mas a ideia é ampliar (o projeto) para todos os municípios. Nossa meta até metade deste ano é aumentar para 30 municípios e obter a maior quantidade de especialidades médicas”, ressaltou o secretário.

FOTO: Rodrigo Santos/SES-AM

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM)

Publicações Relacionadas

Daniela Nascimento agita sexta-feira musical em espetaria do Largo São Sebastião

Luciana Silva

Construção civil tem maior taxa de inflação em 8 anos, diz IBGE

Francisco Araujo

100 dias construindo a mudança com você

Francisco Araujo

Deixe um comentário

WhatsApp chat