24 C
Manaus, BR
28 de outubro de 2020
Amazonas Destaques

Governador manda fechar salão de festas, bares e flutuantes para conter a segunda onda de Covid-19

Com a presença de secretários, Wilson Lima, atual governador do Amazonas, fez alguns anúncios a respeito de ações de combate a covid-19 em suas redes sociais. “Como vocês bem observam, nós temos uma tendência de aumento dos casos de covid no estado do Amazonas, o que nos acende um alerta”, ele iniciou seu discurso. Ele afirmou que isso é resultado de aglomerações, as que puderam ser acompanhadas em redes sociais.

O governador do Amazonas anunciou a restrição e suspensão de algumas atividades e o retorno das aulas do Ensino Fundamental da rede pública estadual, bem como centros de atendimento à criança (6 unidades de referência serão reabertas a partir do dia 01 de outubro) e de algumas unidades de atendimento aos idosos (também a partir do dia 01 de outubro, serão reabertos 2 centros de atendimento ao idoso).

Wilson Lima anunciou a suspensão o funcionamento de bares que não tenham como primário o funcionamento para restaurantes, de flutuantes, de balneários, de praias, de casas de shows, de aluguéis de sítios, de casas de eventos (exceto os que já foram liberados, como casamentos, e os que seguirem todos os protocolos estabelecidos por autoridades de saúde), de chácaras. O governador anunciou a diminuição de horário para restaurantes e lojas de conveniência até as 22h. As aulas do Ensino Fundamental da rede pública estadual em Manaus irão ser híbridas, parte presencial e parte virtual, e retornarão 30 de setembro. Os estudantes irão duas vezes por semana para as escolas e o governador considera que as escolas estão preparadas em segurança sanitária para receber eles.

Publicações Relacionadas

Caminhoneiro preso por dirigir com parte do corpo fora do veículo na BR

Jeanne Gade

OMS diz que cientistas precisam ajudar no combate à desinformação

Victoria Cavalcante

Advogada analisa 'investidas' da Globo para manter o monopólio de transmissões e garantias: “Prática ilegal e abusiva”

Francisco Araujo

Deixe um comentário

WhatsApp chat