26.5 C
Manaus, BR
20 de setembro de 2020
Política

Fred Mota diz que o Amazonas precisa se impor e mostrar que existe

Vereador Fred Mota

O vereador Fred Mota (PR) contestou a fala do ministro da Economia Paulo Guedes durante o pequeno expediente da Câmara Municipal de Manaus (CMM) nesta segunda-feira (22). Em entrevista à Globo News, na última quarta-feira (17), quando perguntado pela jornalista Míriam Leitão sobre a Zona Franca de Manaus (ZFM), Paulo Guedes disse que não “ferraria o Brasil inteiro” em detrimento da ZFM.

Na visão do parlamentar, o ministro precisa entender que é o modelo Zona Franca que mantém toda a floresta amazônica em pé. “A floresta em pé dá mais recursos e desenvolvimento para a nossa região. Para cada emprego que se corte na Zona Franca, teremos que dar um motosserra para o caboclo do interior”, disse o vereador.

Mota lembrou da situação da Conferência Rio 92, em 1992, quando o presidente George W. Bush se recusou a vir à conferência enquanto o presidente Fernando Collor de Mello não demarcasse as terras dos índios yanomami. “O Amazonas precisa dizer que aqui existem famílias. Nosso povo do interior sofre e morre porque não tem energia, porque tem que salgar um alimento pra poder comer em 15 dias, no máximo. E agora, este senhor que nunca pisou no Amazonas quer nos prejudicar”, argumenta.

União de forças

Em entrevista a veículos de comunicação ainda nesta segunda-feira, Fred Mota destacou que o parlamento municipal deve unir forças com a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) e a bancada federal, para ir a Brasília se encontrar com Paulo Guedes. “É impossível saber que em 2017, nós rendemos quase R$ 11 bilhões para São Paulo e estarmos agora em um estado letárgico, de pires na mão, tendo que pedir favores ao governo federal”.

Na entrevista, o parlamentar voltou a afirmar que é hora de a região amazônica dizer que para cada emprego fechado na Zona Franca pelo governo federal, será derrubada uma árvore da região. Mota considera que o ministro acha que a ZFM é apenas produzir “alguma coisa”.

“Alguém vai ter que tomar uma posição. O caboclo do interior está sem energia, sofrendo, para São Paulo enriquecer às nossas custas? Não pode ser assim. A Câmara vai unir forças para mostrar a este senhor e ao governo que sim, o Amazonas faz parte do Brasil. Nós colaboramos e muito para o desenvolvimento do Brasil, e o que o país está nos dando? O ministro precisa vir aqui e conhecer a nossa realidade”, salientou.

Aprovação de projeto

Durante a ordem-do-dia desta segunda-feira, o plenário da Câmara aprovou o parecer favorável da 6ª Comissão de Saúde da Casa sobre o projeto de lei 77/2018, de autoria de Fred Mota, que institui a semana de prevenção ao diabetes nas escolas municipais de Manaus. Com a aprovação do parecer, o projeto segue agora para segunda discussão, na forma da lei, e deve ser discutido nas próximas sessões plenárias da Casa.

Texto: Lucas Vítor Sena

Publicações Relacionadas

Covid 19: Adjuto Afonso pede transparência da Seduc na distribuição de alimentos para Rede de Ensino

AmPressRedacao

Indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA repercute no Senado

Fernanda Lopes

Lei que prioriza processos administrativos de idosos e PCDs vai à sanção do prefeito

Fernanda Lopes

Deixe um comentário

WhatsApp chat