29.5 C
Manaus, BR
7 de maio de 2021
Empreendedorismo

FPS anuncia mais de meio milhão de reais para próxima ação do Crédito Solidário em Manaus

FPS anuncia mais de meio milhão

O Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), do Governo do Amazonas, anunciou nesta segunda-feira (24) recursos na ordem de R$ 600 mil para fomentar o mercado de trabalho informal na capital amazonense.

Serão disponibilizados, por meio do Programa Crédito Solidário, financiamentos com linhas de crédito que vão de R$ 200 a R$ 2 mil para trabalhadores autônomos que desenvolvam atividades produtivas ligadas à prestação de serviços (como reparos, mecânica, serviços de beleza e outros) e comércio (como vendas de lanches, confecções, artesanato e outros) no estado.

Para participar, o proponente deverá comparecer à 6ª Ação Social de Cadastramento do Programa Crédito Solidário, que acontecerá nesta quarta (26) e quinta-feira (27), das 9h às 16h30, no Centro Estadual de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, avenida Brasil, s/nº, bairro Santo Antônio, zona oeste da capital.

Os documentos necessários para o cadastro são RG (original e cópia); CPF (original e cópia); comprovante de residência atualizado no nome do solicitante e com CEP (água/luz/netfone/IPTU, original e cópia) ou, caso more alugado, contrato ou declaração de aluguel assinada e com cópia do RG e CPF do proprietário; e comprovante do estado civil (original e cópia), com cópia de RG e CPF do companheiro.

Além da documentação é necessário que o proponente não possua dívidas em bancos, em lojas (superior a R$ 1 mil) ou protesto em cartório. Aposentados e beneficiários de auxílio-doença também são restringidos no Programa.

Ação Social

Além do cadastramento no Programa, outros serviços serão oferecidos à população, como emissão de 1ª e 2ª via de RG, 2ª via de certidão de nascimento, e 1ª e 2ª via da carteira de trabalho, cadastramento para o cartão Passe Livre (interestadual) e Passe Legal (intermunicipal) e outros.

Crédito Solidário

O Programa do Governo do Estado disponibiliza o acesso ao crédito de forma orientada e desburocratizada, com o objetivo de promover o resgate social e econômico de pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade, sejam elas desempregadas, sem vínculos empregatícios ou subdesempregadas.

Com informações assessoria

Publicações Relacionadas

Projeto abre vagas de curso para empregar mulheres na tecnologia

Fabiane Monteiro

Cooperativas e pequenas empresas têm lei de incubação

Redacao

Semana de Inovação Financeira com o tema: Aprendendo a utilizar as tecnologias a favor do seu negócio

Francisco Araujo

Deixe um comentário

WhatsApp chat