25.5 C
Manaus, BR
23 de outubro de 2020
Artigos Dra. Nazaré Mussa

Fechar ciclos

Olá!

Como vai você? Espero que as coisas estejam bem, mas se não tiverem não se preocupe, não gere angustia, não fique tenso (a), vamos caminhando juntos, vamos elaborado.

Eu espero que você tenha apreciado o primeiro texto e daqui para frente, vamos bater um bate papo.

Esse texto é fundamental para chegarmos nos nossos objetivos, FECHAR CICLOS!

Como é que nós queremos chegar amanhã?

Fechar ciclos parece que doí. Sabe por que parece que doí? Porque muitas vezes nós nos acostumamos com muito pouco. Nós nos acostumamos com um relacionamento que não está legal mas, ruim com ele(a) pior sem ele(a)!? Nós nos acostumamos, estamos muitas vezes num trabalho que não gostamos, nossa, como é difícil levantar, tomar banho ir ao trabalho, fazer tudo maçante e sem nenhum prazer.

Então, precisamos fechar ciclos para abrirmos novas portas, novas oportunidades e sem medo, sem medo de ser feliz. Nós temos medo de mudarmos e de “quebrarmos a cara”. Gente, mas se nós olharmos para o nosso lado, para nós, como nós estamos vivendo?

Nós estamos felizes?

Nós estamos bem?

Essa pessoa que está ao nosso lado é quem eu gostaria que fosse ou é alguém que me rebaixa emocionalmente? Alguém que subtrai de mim as minhas emoções e diz que eu não sou nada e não vou chegar a lugar algum?

 Esse trabalho que eu tenho me motiva?

Me dá condição de ter alegria, de dizer é o que eu gosto de fazer ou só paga minhas contas no final do mês?

Nós precisamos fechar ciclos para chegarmos aonde queremos.

Então, se nós ficarmos presos ao passado nós não vamos viver o presente e nem trabalhar o futuro, que o futuro precisa chegar de vagar, sem presa de ser feliz e sabe por que? Porque quando eu vivencio o passado e o passado gera angustia, olha só! Então, eu estou presa(o) no passado. O futuro gera ansiedade, sabe por que? Porque o futuro ainda não chegou, o futuro é uma incógnita, é claro que eu preciso trabalhar no hoje o meu futuro.

  • Quem eu quero ser?
  • Onde eu quero chegar?
  • Com quem eu quero chegar? Ou sozinha (o) por que não? Se eu sou feliz assim. Tudo bem!

Mas, eu preciso traçar metas para atingir objetivos, como o primeiro texto descreve sua importância. Perceba que a nossa vida é uma sequência e que pode ser vivida com calmaria, com alegria, com atenção mas, sempre motivada (o) à um novo dia e para isso eu não posso esquecer a importância de fechar ciclos. Fechar ciclos é fundamental.

No próximo texto comentaremos sobre AMOR PRÓPRIO E AMAR O OUTRO, como é que isso é possível sem desgastes ou da melhor maneira possível?

Considerações e fique com Deus.

Nazaré Mussa é Psicologa e escritora.
Pós graduada em psicopedagogia e interdisciplinaridade, terapia e clínica psicanalítica, terapia cognitiva comportamental, psicologia do trânsito, Neuropsicologia e doutoranda em psicologia pela UCES em Buenos Aires e Educação no Paraguai.

Siga minhas redes sociais:

Instagram: @nazaresemussa
Facebook: @psinazaremussa

Publicações Relacionadas

A reforma da previdência – continuação do artigo 1

Francisco Araujo

A tática eleitoral conservadora

Francisco Araujo

A brutalidade humana

Redacao

Deixe um comentário

WhatsApp chat