Estudantes e presidente do Sinteam sofrem acidente na BR-319

acidente_br_319
Foto: Divulgação

Um grave acidente ocorrido no Km 443 da BR-319, por volta das 8h30, no sábado (21), deixou a professora Ana Cristina Rodrigues, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sintean) e estudantes da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), feridos. OS ocupantes do veículo voltavam à Manaus após um evento acadêmico no município de Humaitá ( a 690 quilômetros de Manaus).

Os dois carros retornavam de Humaitá, do interior do Estado, de uma agenda da Caravana pela Educação e da Missão Chico Mendes em Defesa da Amazônia, quando houve um engavetamento entre eles e um micro-ônibus, devido a quantidade de poeira na rodovia. De acordo com o coordenador da Frente Brasil Popular, Yann Evanovick, havia dificuldade de visibilidade durante o tráfego. Um dos carros capotou e caiu do alto da ponte.

“Antes de decidirmos ir à Humaitá pela BR-319, estudamos as condições do tráfego e até então estava ‘seguro’ para o percurso, por conta disto fomos. Até que nos surpreendemos por uma forte nuvem de poeira que dificultou a visibilidade, principalmente para o condutor do veículo, tanto, que os carros se chocaram estando numa velocidade de 20 km por hora”, explicou Evanovick.

acidente_br_329
Foto: Divulgação

Ana Cristina foi encaminhada ao Hospital e Pronto Socorro João Lúcio. Estavam com ela no veículo Karen Casteli, dirigente da Associação Nacional de Pós-graduandos, Peter Silva, dirigente da União Nacional dos Estudantes (UNE) e Rebeca Belchior, Circuito Universitário de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes (Cuca da UNE). Estes ficaram feridos e foram encaminhados para hospitais particulares em Manaus.

“É literalmente colocar a vida em risco querer defender a Amazônia, pois, ou você é assassinado ou pode morrer na BR que não tem nenhuma condição de tráfego”, disse Evanovick.

A Caravana pela Educação e da Missão Chico Mendes em Defesa da Amazônia tem como objetivo apresentar mecanismos de defesa da fauna e floresta Amazônica. Evento acadêmico conta com palestras e apresentações artísticas e vai percorrer os municípios de Presidente Figueiredo, São Paulo de Olivença, Benjamin Constant e Tabatinga.

Os estudantes e professores teriam iniciado a viagem na quarta-feira (18), pela BR-319 rumo à Humaitá e encerraram suas atividades na sexta-feira (20).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here