23.5 C
Manaus, BR
30 de maio de 2020
Cultura

Especial Oscar 2019: A Favorita

Diretor: Yorgos Lanthimos

Duração: Duas horas

Elenco: Olivia Colman, Rachel Weisz, Emma Stone, Nicholas Hoult, Joe Alwyn, Mark Gatiss.

Indicações ao Oscar: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz (Olivia Colman), Melhor Atriz Coadjuvante (Emma Stone, Rachel Weisz), Melhor Roteiro Original e outras cinco.

Venceu: Melhor Atriz

    Abigail Hill (Emma Stone) chega no palácio de Kensington procurando sua prima Sarah (Rachel Weisz), a Duquesa de Marlborough, após seu pai, que fazia parte da nobreza, perder tudo por culpa do vício em jogos. Abigail deseja trabalhar para Sarah, a fiel confidente e amiga da rainha, mas acaba indo parar na cozinha. Astuta, ela vai provando ser mais eficiente, para Sarah, e também conquistando a rainha Anne (Olivia Colman), que é uma mulher carente e egocêntrica. Abigail, decidida a voltar a ser nobre, entra em uma extrema (porém, divertida) rivalidade com sua prima, Rachel, para conseguir ser a nova favorita da rainha.

   Os personagens de ‘A Favorita’ são pessoas egoístas. Cada um tem um interesse ou desejo específico, que a rainha pode realizar, e esta, por sua vez, é uma personagem complexa e difícil. Visivelmente depressiva pela perda de 17 filhos, Anne cria 17 coelhos enjaulados, cada um simboliza um filho perdido. Alguns deles nem chegaram a nascer, outros viveram por pouco tempo. Anne também sofre de gota, e quando a doença piora, ela usa cadeira de rodas e muletas. Abigail, notando a vulnerabilidade de Anne, aproveita-se deste cenário, à conquistando com elogios e, aos poucos, passa a ser a favorita da soberana.

Emma Stone como Abigail Hill/Masham. | Foto: Divulgação.

     ‘A Favorita’ mostra o poder feminino em uma época em que isto era quase nulo, e como a rainha Anne conseguiu por fim a uma guerra, mesmo sem ter noção alguma do que estava fazendo. É um filme em que alguns momentos podem ser desconfortáveis. As constantes cenas com efeito de olho de peixe, podem causar ‘tontura’ no começo. A cena final é angustiante, o oposto do resto de filme, que, na maior parte, é bem humorado.

   Olivia Colman venceu, no último domingo (24), o prêmio de melhor atriz no Oscar pelo papel da Rainha Anne da Inglaterra. Foi a única vitória, das dez categorias em que ‘A Favorita’ concorria.

Nota: 8.7/10

    ‘A Favorita’ foi exibido somente nos dois dias do Especial Oscar do UCI Cinemas, no Sumaúma Park Shopping, e mesmo com todo o destaque no Oscar, não foi para outros cinemas de Manaus.

Publicações Relacionadas

Amazonas Filarmônica apresenta ‘As Valsas Não Vienenses’, no Teatro Amazonas

Fernanda Lopes

Instituto Cultural de Manaus apresenta espetáculo de violões e vozes nessa sexta-feira

Redação

Espetáculo de Eliana Printes sedia Manaus, no Teatro Amazonas

Redação

Deixe um comentário

WhatsApp chat