Escola Tiradentes não vai adotar sistema militar, disse a Justiça

escola_tiradentes_nao_vai_adotar_sistema_militar_diz_justica
Projeto 'Pipoca em Cena' na Escola Estadual Tiradentes, de 2019. Foto: Pilber Dimas

A Ação Civil Pública foi aceita pela Justiça do Amazonas, proibindo assim, que a Escola Tiradentes adotasse o sistema militar por ordem do Governo do Estado. A ação foi movida e apoiada pelo Ministério Público do Amazonas.

Além disso, a decisão favorece os alunos que estudaram na instituição no ano de 2019. Para os que permanecerem no ano letivo, terão suas vagas mantidas em 2020. As aulas iniciam no início de fevereiro.

A decisão foi tomada pela juíza Rebecca Mendonça de Lima, a favor dos pais e alunos que reagiram à decisão de militarizar a escola. A notícia foi divulgada pelas assessorias do TJAM e do MPE, embora Wilson Lima tenha dado uma de espertinho ao tentar convencer a imprensa de que foi dele a iniciativa de manter a escola padrão.

*Com informações do Portal Único.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here