30.5 C
Manaus, BR
22 de janeiro de 2021
Especiais

Em uma mão amor, em outra, disciplina

Conheça a Tenente Coronel Jadna dos Santos Barros, primeira oficial militar a gerenciar no Brasil e no Amazonas um Colégio da Polícia Militar

Com mais de 20 anos na carreira militar e 5.650 alunos sob sua autoridade, a tenente coronel Jadna dos Santos Barros, 44, conta que o segredo de sua gestão no Colégio Militar da Polícia Militar do Amazonas V (CMPM 5) está no olhar humano, crítico e sensível que as mulheres carregam dentro de si. Ela foi a primeira oficial militar a gerenciar no Brasil um Colégio da Polícia Militar, que também é o segundo maior colégio da América Latina em quantidade de alunos.

Nascida em Alenquer, interior do Pará, a tenente tem como sua maior referência a mãe Raimunda dos Santos Barro. Figura marcante, extremamente forte, que criou ela e seus 4 irmãos. A oficial conta que nunca encontrou resistência sobre sua escolha de profissão e que sempre teve o apoio da família.

Quando Jadna ingressou na carreira militar, em 1995, já existiam mulheres na corporação, no entanto, em um número bem pequeno, apenas 24. “Hoje, a representatividade da mulher na carreira militar cresce cada vez mais, já possuímos um efetivo bom, mas ainda não é o adequado, em comparação ao percentual de homens. Temos a mesma capacidade”, explica a diretora.

Jadna sempre estudou em escola pública e conta que quando recebeu o convite para estar à frente do CMPM 5, há 4 anos, se sentiu muito feliz com o reconhecimento do seu trabalho. “Já tinha trabalhado em colégio de polícia, mas não como gestora, na parte disciplinar dos alunos. O meu objetivo era ser diretora da escola que eu trabalhava  (CMPM 1), mas Deus me presenteou com uma escola muito maior, foi mais do que eu almejava”, conta.

Dia da Mulher

O recado da tenente coronel para as mulheres é este: “quero dizer para as mulheres que nenhuma de nós podemos deixar de lutar pelos nossos sonhos, pelos nossos objetivos. Nunca devemos esquecer da nossa natureza feminina, que a gente coloque sempre o nosso coração em nosso trabalho. Isso não significa ser fraca, mas forte e amável”.

Hístórico

Jadna dos Santos Barros, nasceu em 17 de abril de 1974, na cidade de Alenquer no Estado do Pará. Filha de Francisco Pereira Barros e de Raimunda dos Santos Barros. Casou-se aos 23 anos com Jaques Ferreira de Souza Júnior, com quem teve dois filhos, Jaques Neto e Gabriel.

Em 1995, aos dezoito anos, mudou-se para Manaus a fim de prestar concurso para ingressar no quadro de oficiais da Polícia Militar do Amazonas, onde foi aprovada. Em seguida foi para a Academia de Polícia General Edgard Facó, na cidade de Fortaleza, tendo assim a honra de participar da primeira turma de Oficiais Femininas formadas na academia.

Foi condecorada ao longo de sua carreira militar com seis medalhas: em 2010, recebeu a “Medalha Mérito Policial Militar”, em 2013 a “Medalha Tiradentes”, em 2016 “Medalha 20 anos de Serviço Policial Militar” e “Medalha Cândido Mariano”. Nesse mesmo ano foi homenageada pela Assembleia Legislativa do Amazonas com a “Medalha Mérito Legislativo”, em 2018 recebeu a “Medalha Dom Pedro II”, concedida pelo Comando do Corpo de Bombeiros do Amazonas.

A frente da gestão do Colégio Militar da Polícia Militar do Amazonas V, tem se destacado pela maestria em gerenciar um dos maiores colégios do Brasil e da América Latina com 5.650 alunos, 327 professores e 35 funcionários administrativos.

Fotos: Francisco Araújo

Publicações Relacionadas

Luíza Simonetti fala sobre alienação parental

Conceição Melquiades

Carmen Bernardes fala sobre empreendedorismo no programa Amazônia Press No Ar

Fernanda Lopes

Especial Coari – parte 1

Conceição Melquiades

Deixe um comentário

WhatsApp chat