24.5 C
Manaus, BR
9 de agosto de 2020
Empreendedorismo

Donas de lojas mostram como a união feminina torna a moda glamorosa

Donas de lojas de roupas, calçados e acessórios se reuniram para promover a diversidade feminina na primeira edição do DC Fashion Day do Djalma Center.

O evento realizado no ultimo sábado (7), foi pensado para resgatar o glamour presente nos desfiles de moda (uma vez que poucos são realizados em Manaus), ao mesmo tempo mostrar que a passarela na verdade está no cotidiano e nas ruas.

A idéia inovadora foi promovida pelas lojas Le Chic Boutique, Estrela Mística, Dona Maricota, Dondocas Modas Euflora, que trabalham com as modas: indiana, casual, Plus Size, modesta, balada, festa e social; e o desfile foi feito por modelos profissionais, influenciadores digitais e clientes que voluntariamente se colocaram a disposição do evento.

Raissa Larrat, proprietária da loja ‘Le Chic Boutique’, explicou que sua loja agrega moda e tendência para todas. “Ainda é muito difícil encontrar uma moda mais atual, elegante ou de festa para ‘as gordinhas’. Eu senti muita dificuldade quando tinha que escolher para mim, então eu trouxe roupas para suprir a necessidade desse público. Eu tenho amigas que são gordinhas, já fui miss, e eu tenho o entendimento que as mulheres precisam mais do que um saco de batata para vestir, precisamos de moda mesmo”. Quando questionada sobre a importância da autoaceitação, Raissa respondeu: “O corpo da pessoa já é perfeito do jeito que ela é”.

Foto: Ramoniel Gomes/Amazônia Press

Gisele Larrat, parceira comercial na loja salientou: “Trouxemos uma demonstração de que nós vestimos do P ao XG, e que moda é para qualquer uma”.

Um dos aspectos que torna o espaço Djalma Center único, é tratamento ético para com os clientes, evitando atitudes que possam deixar o consumidor desconfortável ou insatisfeito com sua compra. A proprietária da loja ‘Dondocas Modas’, Mara explica o diferencial no atendimento: “Não tratamos o cliente na posição de vendedoras, muitas vezes, os vendedores tentam empurrar o produto, mas nós não. Trabalhamos com o atendimento de excelência, sempre deixando nossos clientes satisfeitos, que no final das contas são quem indicam a gente, trazendo novos clientes”.

Durante o desfile tiveram duas modelos de idade mais maduras, segundo Josenilda Engracia (popularmente conhecida com Jô), uma das proprietárias da loja ‘Estrela Mística’ isso se deve ao fato de que as pessoas precisam se identificar com as marcas. “Nossas roupas e nosso avento trás aquilo que é real, dentro de uma realidade onde as pessoas de todos os corpos, idades e estilos podem se vestir bem e se aceitarem como são, porque existem nossas roupas que valorizam essa essência”.

Além do atendimento diferenciado, moda para todos os estilos, idades e tamanhos, o espaço conta com um estacionamento próprio que é gratuito para os clientes, segurança particular, e a loja ‘Agulhas Douradas’ que trabalha com reformas, aparos e costuras em geral.

Os organizadores da primeira edição pretendem realizar outros desfiles, e segundo o administrador do centro comercial, Sandro Rocha, os representantes pretendem aumentar o número de lojas que atualmente ocupam 22 salas, para que futuramente sejam 122 lojas.

Publicações Relacionadas

Curso gratuito vai capacitar mulheres para empreendedorismo em Tefé

Redacao

Sebrae lança espaço gratuito para geração de startups em Manaus

Redacao

Pequenos negócios têm até segunda para retornar ao Simples Nacional

Redacao

Deixe um comentário

WhatsApp chat