24.5 C
Manaus, BR
7 de maio de 2021
Destaques Entretenimento

Documentário amazônico mostra construção de essências indígenas para perfumes

O evento de lançamento do documentário Amazônia Pura Essência (https://www.amazoniapuraessencia.com/) acontecerá na próxima quinta-feira (06), às 15h, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, localizado no bairro Distrito Industrial da cidade de Manaus.

O documentário vem exibir a construção de três essências indígenas amazônicas para perfumes que, segundo a crença dos antepassados da tribo Sahu-Apé da Etnia Sateré-Mawé, duas delas possuem o poder de atrair o sexo oposto e a terceira essência atrair boa sorte financeira.

As construções dessas essências envolvem animais ícones da Amazônia, como o boto cor-de-rosa, que sempre foi associado ao poder da atração através de seu cheiro afrodisíaco como diz a lenda, e o pássaro Uirapuru, associado a riqueza.  

O documentário Amazônia Pura Essência é contemplado pelo Programa Cultura Criativa – 2020/Lei Aldir Blanc – Prêmio Feliciano Lana do Governo do Estado do Amazonas, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura e Fundo Nacional de Cultura.

Preservação

Durante o documentário o Pajé Sahu, que herdou de sua mãe o dom de fazer perfumes, destaca os efeitos místicos destes animais, porém explica que sua herança cultural na fabricação de essências foi totalmente deturpada com o passar dos anos e que as técnicas para obtenção dessas essências fabricadas em sua tribo são totalmente diferentes das técnicas que vem sendo praticadas hoje em dia, que levam a morte indiscriminada desses animais. 

De acordo com Pajé Sahu, os animais precisam estar vivos, alegres e soltos em meio a natureza para que suas essências possam surtir efeito e explica com exclusividade as verdadeiras técnicas de extração dessas essências nunca antes reveladas.

Outro ingrediente mágico nesta fabricação vem de um misterioso breu que brota em uma árvore específica em um local de difícil acesso na Amazônia. Esse breu, é um dos ingredientes indispensáveis para a fermentação dessas três essências, que ficam enterradas para fermentar na floresta por cerca de 120 dias.

O documentário Amazônia Pura Essência pretende levar o telespectador por uma viagem amazônica e pelo mundo mágico dos aromas e essências que despertam misticismos e crenças indígenas milenares, além de apresentar o cheiro da Amazônia para o mundo, sem que seja necessário degradar o meio ambiente e preservando essas espécies.  

Além do Pajé Sahu, vários especialistas, entre eles historiadores, mateiros, cientistas e médicos participam do documentário, deixando ao espectador o entendimento pessoal de acreditar ou não nos mitos e lendas apresentados. Porém, mesmo com algumas divergências de opinião, o popular lendário e a ciência concordam em uma coisa: na sintonia humana com o meio ambiente e a preservação das coisas.

Inclusão

O Documentário Amazônia Pura Essência é o primeiro documentário de produção totalmente amazonense com uma preocupação totalmente inclusiva de diversos públicos. Ele conta com o apoio de tradução em Libras, caracteres em português e tradução para o inglês.

Medidas de segurança

O evento será presencial apenas para autoridades, especialistas e a imprensa. O público em geral vai poder acompanhar o evento de forma on-line, pelo Facebook do projeto (link https://www.facebook.com/amazoniapura.essencia) através de uma live que será transmitida ao vivo do local. A medida visa conter o avanço da disseminação do novo coronavírus.  

Durante o evento presencial, todos os protocolos e medidas de segurança serão tomados, como a obrigatoriedade do uso de máscara, distanciamento de no mínimo um metro e meio entre as pessoas, higienização de cadeiras e uso de álcool em gel.

Fonte: Assessoria.

Publicações Relacionadas

“O Estado se tornou muito frouxo em relação a bandido, quero colocar ordem no que está aí” diz o pré-candidato a prefeito Alberto Neto

Flavia da Hora

Carol Braz lança programa em Defesa dos seus Direitos

Flavia da Hora

Candidata a vereadora presa por assédio sexual a 250 eleitores

Jeanne Gade

Deixe um comentário

WhatsApp chat