26.5 C
Manaus, BR
3 de julho de 2020
Destaques Economia

Deputado sugere a desoneração do ICMS na energia elétrica como alternativa para a retomada do crescimento econômico

Com o aumento elevado na cobrança do consumo da energia elétrica durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Amazonas, o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) sugeriu nesta quinta-feira, 25, a desoneração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o item de consumo, no intuito de estimular a retomada da economia no Estado. Em seu pronunciamento, o parlamentar afirmou que a mudança também ajudará na diminuição do valor cobrado nas contas do contribuinte.

Para Barreto, a proposta visa diminuir os impactos da substituição tributária e da tributação do ICMS, alterados por meio de Decretos estaduais em 2019.

“A desoneração do ICMS sobre a energia elétrica é fundamental para a retomada do crescimento econômico do nosso Estado. Depois de enfrentarmos um pico muito sério da Covid-19, agora vamos enfrentar outra doença, a econômica. Então, o governo não pode arrochar na cobrança do ICMS e maltratar toda a cadeia econômica, desde a indústria até a dona Maria, que é a mais pobre”, explicou o parlamentar.

No dia 2 de maio de 2019, o Governo anunciou o Decreto nº 40.628, que inseriu as operações com energia elétrica na modalidade de substituição tributária, fazendo com que a cobrança do ICMS, que era de responsabilidade da distribuidora de energia, passasse a ser realizada pelas geradoras de energia. Tal mudança aumentou em 10% a conta do consumidor.

Outra decisão do Executivo foi anular o Decreto nº 36.305/2015, que isentava as empresas do Polo Industrial de Manaus do imposto na conta de energia elétrica, medida que deixou o custo de produção em 25% mais caro, ameaçando a diminuição de postos e demissões em massa.

“A Amazonas Energia arrecadou R$ 260 milhões nas costas dos empresários, dos comerciantes e da população, ou seja, a sociedade pagou no lombo em 2019. Esta mudança na alíquota do ICMS está fazendo mal a toda a cadeia econômica do Estado, o Governo precisa voltar ao modelo da cobrança anterior”, alertou Wilker.

Audiência Pública

Na próxima quinta-feira, 2, às 15h, a Comissão de Indústria, Comércio e Zona Franca da Assembleia Legislativa do Amazonas (CICZF-Aleam), presidida pelo deputado Wilker Barreto, promove uma audiência pública virtual para discutir os impactos da substituição tributária e tributação do ICMS no custo de produção e na tarifa de energia elétrica no Amazonas.

A reunião terá a participação de representantes de entidades do comércio, indústria e órgãos do Governo como o presidente da Amazonas Energia, Tarcísio Estefano, o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), Ralph Assayag, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antônio Carlos da Silva, o presidente do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (CIEAM), Wilson Périco e o presidente da Associação do Comércio do Estado do Amazonas (ACA), Ataliba David. Também é prevista a participação do secretário de Estado da Fazenda (Sefaz), Alex Del Giglio, do diretor-presidente do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM), Jalil Fraxe, entre outros segmentos.

Informações da assessoria de imprensa e Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Publicações Relacionadas

Estimativa da população do Brasil passa de 210 milhões, diz IBGE

Fernanda Lopes

Novo Plano Decenal de Energia trará ajustes por causa da pandemia

Francisco Araujo

Últimos dias para inscrição no edital para Difusão Cultural

Redacao

Deixe um comentário

WhatsApp chat