26.5 C
Manaus, BR
26 de fevereiro de 2021
Política

Deputado propõe prorrogação das cobranças de impostos com fechamento do comércio no Amazonas

Deputado propõe prorrogação das cobranças de impostos com fechamento do comércio no Amazonas

Foto: reprodução/Internet

Em decorrência da segunda onda da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Amazonas que resultou no fechamento do comércio e na suspensão dos serviços não essenciais, nesta quinta-feira (14), o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) sugeriu que o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus prorroguem as cobranças do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Taxa de Verificação de Funcionamento Regular (Alvará).

Por meio de um vídeo publicado em suas redes sociais, Wilker declara que as taxas e os impostos precisam ser suavizados para ajudar o povo amazonense e sugere que os vencimentos do IPVA de janeiro, em relação ao Estado, sejam prorrogados e que o município suavize a cobrança do IPTU e do alvará.

“Na condição de cidadão e economista, faço um apelo para que governador prorrogue a cobrança do IPVA de janeiro, enquanto perdurar o bloqueio do comércio. Ao mesmo tempo, a Prefeitura precisa suavizar a questão do IPTU e do Alvará. Não é isentar, mas não é justo impor ao cidadão um sofrimento de taxas e impostos num momento que ninguém está ganhando dinheiro”, explicou.

O deputado destacou ainda que o povo está sem dinheiro e que a medida ajudará a priorizar a compra de medicamentos e alimentação. “Nós temos que permitir que o povo, aquele que precisa ganhar o seu dinheiro, possa respirar enquanto o comércio está parado. Desta forma, sobra um pouco mais de dinheiro para a compra de remédios e mantimentos”, completou.

com informações da Assessoria*

Publicações Relacionadas

Conceito de entidade familiar deve prever união homoafetiva, diz STF

Redacao

Processo de cassação de Wilson Lima e Carlos Almeida é retomado

Victória Cavalcante

Governador apresenta dados atualizados sobre monitoramento de queimadas no AM

Conceição Melquiades

Deixe um comentário

WhatsApp chat