24.5 C
Manaus, BR
26 de janeiro de 2021
Destaques Política

David diz que Amazonino promete auxílio ‘fantasioso’ para iludir eleitor

Candidato do Avante disse que Prefeitura não pode arcar com a promessa de campanha do adversário e que ele pretende criar auxílio de R$ 200 para 40 mil famílias de baixa renda

O candidato à Prefeitura de Manaus e líder nas pesquisas de intenção de voto, David Almeida (Avante), questionou a promessa de campanha de seu adversário, Amazonino Mendes (Podemos), argumentando que o Executivo municipal não pode arcar com as despesas de um auxílio de R$ 300 para 137 mil pessoas, que ele avaliou como uma tentativa de iludir o eleitor manauara com conteúdo fantasioso.

Segundo David, a proposta acarretaria em uma despesa de pelo menos R$ 2 bilhões aos cofres públicos, recursos que não existem. “Essa é mais uma tentativa dos nossos adversários de ganharem as eleições com mentiras. Ele promete isso por quatro anos em seu programa eleitoral, mas, quando é questionado em entrevista, diz que não é bem assim. A população está cansada dessa velha maneira de fazer política. É por isso que eu não fiz promessas, mas sim propostas e compromissos factíveis durante a minha campanha”, argumentou.

Com base em verdadeiros estudos técnicos baseados no orçamento do município, David afirmou o seu programa, o ‘Auxílio Manauara’, é totalmente palpável e vai beneficiar entre trabalhadores informais e famílias de baixa renda em situação de vulnerabilidade, com auxílio de R$200.

David lembra que a pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) afetou milhares de famílias, e adianta que a Prefeitura deve atender mais de 40 mil famílias que já são cadastradas pelo município e que os programas emergenciais do governo federal estão chegando ao fim em dezembro. Segundo o candidato, há recursos nos cofres da Prefeitura para criação do benefício, uma vez que o orçamento anual do município é de, aproximadamente, R$ 6 bilhões.

“O nosso compromisso é com o bem-estar das famílias manauaras, e nós vamos fazer o que for necessário para proporcionar melhores condições de vida às pessoas, especialmente as mais afetadas pela pandemia. Os auxílios emergenciais estão chegando ao fim. Sabemos que esse valor vai fazer a diferença, porém também trabalharemos para, na gestão Municipal, criar oportunidades de emprego e renda para os manauaras ao longo dos próximos quatro anos”, explica David.

Emprego e renda
Para reforçar as ações de recuperação econômica dos manauaras no pós-pandemia, David disse que vai agir partir da ampliação das equipes de saúde básica; a criação de 7 mil novas vagas de creches nas comunidades; a implantação de programas esportivos nas comunidades; e as obras de infraestrutura por toda a cidade, além de parcerias de formação e capacitação com as empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM).

David ainda anunciou que pretende criar pelo menos 7 mil novos empregos na área da saúde municipal com a implantação de 805 equipes de médicos da família para atender as reais necessidades da cidade.

Investimentos
No combate à pobreza e ao desemprego, David disse que vai buscar dar, na Prefeitura de Manaus, a atenção que os investidores precisam para gerar empregos e riqueza para a economia municipal. Além de trabalhar pela criação do comitê de desburocratização, o candidato disse que vai buscar os caminhos para diminuir a carga tributária municipal para os setores, sem com isso prejudicar o orçamento municipal, além de rever leis que hoje impactam negativamente nos investimentos.

“No primeiro momento, de forma emergencial, nós vamos trabalhar com o auxílio aos que mais precisam. Agora, para combater a pobreza com mais segurança, é necessário gerar empregos. Para que isso seja possível, os investidores precisam de segurança jurídica junto aos órgãos públicos, e a Prefeitura deve ser uma instituição facilitadora daqueles que querem gerar empregos na nossa cidade”, avalia David.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

Publicações Relacionadas

Medida: Juiz Leoney Figlioulo atende o pedido do MP pelo Lockdown

Jeanne Gade

Piloto Mauro Tadeu, morre em queda de helicóptero do Ibama

Jeanne Gade

Bolsonaro afirma que decreto de armas foi feito “no limite da lei”

Conceição Melquiades

Deixe um comentário

WhatsApp chat