23.5 C
Manaus, BR
23 de janeiro de 2021
Destaques Entretenimento

Clipe “Vem Cá Me Diz” dos artistas Santaella e Procópio será lançado hoje

Os cantores e compositores Beatriz Procópio e Santaella lançam hoje o videoclipe do single “Vem Cá Me Diz”, lançado por eles no último mês de setembro.

Beatriz Lima Procópio, 22 anos, é cantora, compositora, bailarina e atriz. Possui três músicas lançadas nas plataformas digitais (Luz, Mine e Vem Cá Me diz).

Matheus Santaella é cantor, violonista e compositor, acumula 305 mil streamings no Spotify, com cinco músicas lançadas, duas delas em 2020, durante a pandemia

O projeto foi contemplado no Edital Conexões Culturais – Lei Aldir Blanc, do Governo Federal e da Prefeitura de Manaus, e estará disponível no canal do Santaella, no YouTube (https://youtube.com/c/SANTAELLAMATHEUS), a partir das 20 horas.

O feat dos artistas já alcançou mais de 57 mil streamings no Spotify, e a expectativa é de que o vídeo também tenha ótima aceitação do público.

 “Estamos muito felizes com o resultado e muito ansiosos de como será a reação dos nossos fãs, que já nos abraçaram tanto este ano, virtualmente, prestigiando nossa música nas plataformas digitais”, diz Beatriz.

Para assinar o clipe, foi convidada a conceituada produtora multimídia Ronin Films, tendo Rodrigo Torii e Ricardo Sassaki, na direção e captura e Iana Porto na produção e assistência de direção.

Torii assina também a edição e finalização do vídeo. Set design, figurino e maquiagem têm assinatura de Bruna Dutra e Luana Pacífico, da Aurora C.o. Além dos dois cantores, o clipe tem também a participação dos atores e dançarinos João Victor, Karen Leda, Sarah Isabel e Rafael Paixão.

 “Foi um trabalho apaixonante, que teve envolvimento total de todas as pessoas da equipe e só podia resultar numa obra linda, que dá gosto de assistir”, destaca Santaella.

Lançada em setembro de 2020, em todas as plataformas digitais, “Vem Cá Me Diz” foi gravada totalmente à distância no período da pandemia, com músicos de Manaus, São Paulo e Belo Horizonte.

“A música traduz a busca por respostas que todos têm no início de uma relação, aquela dúvida entre deixar-se envolver e mergulhar fundo, ou manter o pé atrás”, destaca Beatriz.

A proposta de gravação do clipe partiu do princípio de não representar padrões de gênero ou estereótipos de relacionamento. Gravado em ambiente interno. Os personagens aparecem individualmente ou em duplas, de acordo com o momento da canção.

“O ambiente minimalista permitiu a utilização de objetos pessoais dos personagens no cenário, representando o interior da casa de cada um e remetendo ao momento de pandemia que estamos vivendo, em que passamos a maior parte do dia em nossos lares, junto das nossas coisas”, disse Santaella.

O interlúdio da música é também um momento de mudança do ambiente, com a participação dos personagens que são dançarinos e com os dois artistas interpretando um momento de imersão e reflexão sobre os pensamentos e dúvidas de cada pessoa envolvida num relacionamento amoroso

Foto: Aurora.c.o.

Publicações Relacionadas

Cliente compra celular e recebe mandioca em caixa do aparelho

Redacao

Polícia apreende R$ 380 mil em medicamentos abortivos com Peruano

Jeanne Gade

Casal é preso por fazer arrastões no Jorge Teixeira

Victória Cavalcante

Deixe um comentário

WhatsApp chat