‘Caso Flávio’: Alejandro Valeiko passa por audiência de custódia

Alejandro Valeiko
Foto: Alailson Santos/PC-AM

Para atender o pedido da defesa de Alejandro Molina Valeiko, 30, a juíza responsável pelo processo, Lina Marie Cabral, realizou na manhã desta segunda-feira (2) a audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, na zona centro-sul de Manaus. Na última sexta-feira (29), Alejandro teve a prisão temporária convertida em prisão preventiva, que se manteve inalterada após a audiência.

Em sua declaração, Alejandro Valeiko afirmou pela segunda vez que o sargento da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), Elizeu da Paz, foi o responsável pela morte do engenheiro Flávio Rodrigues, 42. A declaração contrapõe o que foi dito pelo lutador de MMA, Mayc Teixeira Parede, que havia assumido a autoria do homicídio no dia 9 de novembro.

Inicialmente, Valeiko disse à polícia que não sabia quem havia sido o autor da morte de Flávio, que aconteceu no dia 30 de outubro em um terreno no Tarumã, na zona oeste da capital.

Após deixar a audiência de custódia, Alejandro voltou para a cela no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Em nota, a Central de Inquéritos do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) informou ainda que a juíza concedeu aos indiciados, Elizeu da Paz e Mayc Teixeira Parede, o direito de também passar por audiência de custódia.

*Com informações do portal A Crítica

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here