31.5 C
Manaus, BR
14 de julho de 2020
Cidades

Associação Indígena de Maués conquista prêmio nacional

associação indígena

O projeto da Associação Indígena Sateré Mawé do Aninga (Aisma), que foi desenvolvido e liderado por mulheres indígenas, recebeu nesta quarta-feira (30) o prêmio Lúcio Costa nas áreas de mobilidade, saneamento e habitação.

Com o lema “não construímos apenas casas, mas sim cidadania”, a iniciativa denominada ‘Loteamento Habitacional Bela Vista’, desenvolvido por meio do ‘Programa Minha Casa, Minha Vida Entidades’ construiu 150 casas para famílias indígenas e tradicionais do município de Boa Vista do Ramos.

De acordo com o presidente da Aisma, Aluízio Macedo, da etnia Miranha, todo o processo para que o loteamento fosse aprovado foi bastante árduo. Iniciou em 2010, mas apenas em 2013 Hove a assinatura do termo de adesão com as 150 famílias locais. Para que as construção das casas fosse iniciada, em 2015 o terreno foi adquirido.

“Ter moradia é ter também dignidade. Nosso povo necessitava de ajuda e concretizamos esses sonhos, fornecendo a construção de mais casas aos indígenas, ribeirinhos e quilombolas. Ainda temos outros projetos de melhoria da qualidade de vida aos nossos povos, com novas oportunidades”, ressaltou.

Publicações Relacionadas

DECCI promove campanha de vacinação contra H1N1

Fabiane Monteiro

Idosos participam de curso de inclusão digital promovido pela SSP-AM

Conceição Melquiades

Em três dias, 560 mil brasileiros caem no golpe do ovo de Páscoa; confira dicas de como não se enganar:

Fernanda Lopes

Deixe um comentário

WhatsApp chat