30.3 C
Manaus, BR
24 de julho de 2021
Bizarro

Artistas indígenas participam de exposição na Galeria do Largo

Galeria do Largo

Mais de 120 obras representando as etnias Wanano, Tukano, Apurinã e Kamadeni serão apresentadas na Galeria do Largo, a partir desta quinta-feira (17), às 18h. As obras fazem parte da exposição ‘Nipetirã – Todos‘ e estarão caracterizadas em quatro ambientes artísticos dentro do espaço. O evento tem entrada gratuita.

As obras exibidas são dos artistas indígenas Dhiani Pa’saro (etnia Wanano), Duhigó (etnia Tukano), Sãnipã (etnia Apurinã/Kamadeni) e Yúpuri (etnia Tukano). Ao todo, a exposição conta com 54 obras, entre pinturas e quadros de marchetaria e 72 esferas de acrílica sobre ouriço de castanha do Pará.

De acordo com o diretor da Galeria do Largo, Cristóvão Coutinho, as obras serão organizadas pelos conceitos: casa, sagrado, mundo e universo. “No momento está havendo uma grande inserção de artistas indígenas no sistema de artes contemporâneo, e já estávamos pensando em como trazê-los para a Galeria”, explica.

Cada artista preparou um ambiente artístico diferente. Por ser descendente das etnias Apurinã e Kamadeni, Sanipã trouxe as as esferas/ouriços e pintou grafismos resgatando a memória destes povos. Trazendo referências de sua família Tukano, Duhigó preparou um ambiente que fala sobre a casa, com pinturas sobre as pedras do município de São Gabriel da Cachoeira, sua terra natal. Yúpuri montou o ambiente sobre o mundo, com grafismos e pinturas que refletem sobre sua identidade inserida no mundo contemporâneo. Dhiani Pa’saro pintou o ambiente sobre o sagrado, com representações de rituais, o pajé, a música e instrumentos.

“Estamos todos juntos nesta exposição, por isso ‘Nipetirã’, que significa na minha língua ‘todos’. Eu estou feliz por mostrar meus trabalhos junto com artistas de outras etnias e festejar o aniversário de Manaus mostrando nossa cultura, que muitos não conhecem. Todos estão convidados”, diz a artista plástica Duhigó, da etnia Tukano.

A Galeria do Largo fica aberta para visitação de terça a domingo, das 14h às 20h. A exposição ‘Nipetirã – Todos’ fica em cartaz até fevereiro de 2020.

Com informações da assessoria

Publicações Relacionadas

SEC promoverá programação na Praça da Catedral durante o Festival de Parintins

Fernanda Lopes

Venda de ingressos para o Festival Amazonas Jazz inicia nesta terça

Fernanda Lopes

De shows a programação para as crianças, confira a agenda cultural do final de semana

Fernanda Lopes

Deixe um comentário

WhatsApp chat
takipçi al takip2018 takipcihilesi
takipçi al takip2018 takipcihilesi