22.5 C
Manaus, BR
30 de novembro de 2020
Cultura

Artista visual Hadna Abreu estreia segunda edição da exposição “Linhas do Tempo – De Volta para Casa”

Linhas do Tempo 1

Com o intuito de expressar o amor e companheirismo com seus avós, estreia nesta quinta-feira (19) a segunda edição da exposição “Linhas do Tempo – De Volta para Casa“, da artista visual Hadna Abreu. O projeto inicia a partir das 19h, no Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos (ICBEU), localizado na Avenida Joaquim Nabuco, n.1286, Centro. A exposição permanece em cartaz na Galeria do ICBEU até 18 de Dezembro.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), uma série de protocolos são realizados para evitar qualquer aglomeração. O acesso à galeria será restrito a um total de 60 pessoas, com a obrigatoriedade do uso de máscaras ou outro equipamento de proteção individualAs visitas podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, de 15h00 às 19h00 e aos sábados, de 09h00 às 12h00. O acesso é gratuito e pode ser feito através de agendamento no site.

Com mais de 40 obras inéditas, a exposição volta ao cenário artístico manauara sete anos após a primeira edição da exposição, que ocorreu em 2013, na Galeria do Largo. De acordo com Hadna Abreu, muitas coisas mudaram de sete anos para cá e, diante do cenário em que estamos vivenciando, o objetivo da exposição ficou muito mais significativo.

Foto: Ramoniel Gomes/Amazônia Press

Neste ano de 2020, passamos por muitas coisas juntos, mas distantes, ainda não voltamos ao normal, meu trabalho também sofreu esse impacto, e creio que por conta disso, o nome da 2º edição, que é “De Volta para Casa”, ainda ficou mais significativo, parece que por alguns meses fomos teletransportados para outro mundo, e estamos ansiosos, e impacientes para voltamos para nosso mundo normal. Essa exposição não se trata apenas de idosos, cada personagem pode ser você, ou aquela pessoa que você mais ama. Nossa casa está em nós, mas nos encontramos no outro. A exposição vem para falar de amor. A Exposição é para o coração, porque foi feita somente disso. Eu sou grata por ter tido uma infância cheia de memórias bonitas dos meus avós. Uma exposição para todos se sentirem crianças novamente, e recordarem quando tudo parecia eterno. A exposição é um encontro com nós mesmos de forma lúdica e poética”, declarou a artista.

Acerca da homenagem feita aos seus avós através da exposição, a artista ressaltou: a exposição sempre esteve em meu coração, cada vez que alguém a citava, comentava e mencionava ou, até mesmo, me marcava em fotos com as obras, algo acionava em mim, precisei de sete anos para entender que o aviador (principal personagem, meu avô) não foi embora de vez, chegaria o dia de sua volta. Esta exposição é uma homenagem aos meus avós, e a todos do mundo que sempre cuidaram verdadeiramente de nós.”

Novidades

Usando a tecnologia como aliada, Hadna Abreu pontuou que a exposição também vai trazer a exploração dos sentidos através do uso de trilha sonora e realidade virtual. No entanto, a equipe de equipe de produção e comunicação da artista recomenda que cada visitante leve um par de fone de ouvido para usufruir da experiência completa dessa viagem no Universo Sonoro, conduzida por Hadna e o músico César Lima que assina a trilha sonora de algumas das obras que estarão na exposição.

Além disso, a artista desenvolveu dois jogos que trabalham a memória e o conhecimento geral sobre suas obras e personagens. Para jogar e testar os seus conhecimentos e habilidades, basta acessar o site oficial da exposição. Os primeiros colocados no ranking, poderão ser premiados com brindes personalizados.

Ficha Técnica

A equipe do projeto é composta por Hadna Abreu (Artista Visual); Dani Cruz (Fotografias de Viagem)l; César Lima (Trilha Sonora); Rafael Moraes (Artista 3D); Eric Lima (Dublagens); Anna Lôyde (Design Gráfico/Vídeo e Fotografia de processo); Lôyde Abreu (Figurino Aviador); Carolina Campos (Projetista 3D); Ricardo Magaiver (Engenharia Eletrônica); Alonso Júnior (Fotografia de Evento); Mércia Preto, Mical Martins e ICBEU (Tradução); Gisele Riker (Produção); Wanessa Leal (Assessoria de Imprensa).

Sobre a artista

Hadna Abreu
Foto: Ramoniel Gomes/Amazônia Press

Hadna Abreu é artista visual atuante na cidade de Manaus, Amazonas, Brasil. Formada pela Universidade Federal do Amazonas em Licenciatura em Artes Visuais. Expôs nas principais galerias de Manaus e também já participou de exposições em São Paulo (SP) e Salvador(BA). Seu contexto social e cultural é a sua maior inspiração. Atua também como  professora de desenho e pintura. 

Com informações da Assessoria*

Publicações Relacionadas

Biblioteca Pública recebe atividades literárias e oficina de fotografia neste fim de semana

Conceição Melquiades

Cantor Vicente Nery é atração nacional do João de Barro neste fim de semana

Conceição Melquiades

‘Tosca’ apresenta enredo trágico no 22ª Festival Amazonas de Ópera, neste sábado

Conceição Melquiades

Deixe um comentário

WhatsApp chat