Foto: Reprodução

Depois de uminício de ano com tempo instável em boa parte do país, achuva ainda aparece nesta sexta-feira (5), mas diminui de intensidade ao longo do fim de semana. De acordo com a Climatempo, cidades do Centro-Sul ainda podem enfrentar temporais, mas devem ser menos fortes do que os registrados nos últimos dias.

A partir de domingo (8), a previsão é de tempo um pouco mais seco, com o aumento gradual das temperaturas em grande parte do Brasil.

Após 2023 terminar como um dos anos mais quentes da história, a expectativa é que o mês de janeiro seja de muito calor e chuvas acima da média – especialmente por conta da influência do El Niño.

Início do verão com chuvas

 

O primeiro mês do ano começou com chuvas acima da média em quase todas as regiões do Brasil por causa da chamada Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS).

🌧️ Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno se caracteriza por ser uma faixa extensa de nuvens, que normalmente se estende do Norte ao Sudeste do país. Esse sistema é responsável por trazer instabilidade para o clima, além de volumes consideráveis de chuva.

O instituto emitiu um alerta válido até às 10h00 desta sexta-feira (5) para chuvas intensas no Brasil. 15 estados e o Distrito Federal estão sob aviso meteorológico de “perigo” para chuvas intensas até a manhã desta sexta.

Maria Clara Sassaki, porta-voz do Climatempo, explica que esse tipo de formação é comum durante o verão e que provoca chuvas por pelo menos cinco dias seguidos.

Ela também comenta que, após alguns dias de tempo instável, o sistema deve se dissipar a partir de domingo e, por isso, há a expectativa de diminuição do volume de chuvas e aumento das temperaturas.