RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Um dos destaques da Mocidade Independente Padre Miguel, que abria o desfile da segunda noite do Carnaval do Rio nesta segunda-feira (12), Regina Casé passou um sufoco na concentração: a altura do carro alegórico.

Acompanhada do marido, Estevão Ciavatta, a atriz ficou insegura ao ver o local reservado para ela no desfile, de mais ou menos quatro metros de altura. Ao ver Marcelo Adnet em um queijo mais baixo, ela propôs uma troca ou até dividir o espaço, só que recebeu um sonoro ‘não’ do diretor de harmonia de agremiação.

“Ai, meu Deus! Vou ter que subir mesmo”, disse, ao ver a escada de metal. Um diretor ainda sugeriu um guindaste, Regina recusou. “Sobe devagar. Calma e levanta o vestido”, incentivou embaixo Ciavatta.

Depois de dez minutos de impasse, Regina chegou ao alto do carro e vibrou. Marcelo Adnet aplaudiu enquanto fingia não ouvir o chamado da imprensa para uma entrevista.