28.5 C
Manaus, BR
30 de setembro de 2020
Destaques Saúde

73,7% dos agentes prisionais na pandemia tem saúde mental abalada

A pandemia do Covid 19 afetou a muita gente, em especial os agentes prisionais, foram afetados em 73,7% como mostra uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos da Burocracia, da Fundação Getúlio Vargas (NEB/FGV) por meio de entrevista online a 613 profissionais da polícia penal de todas as regiões do Brasil.

O problema com os detentos, em que o número de contendas e brigas teve um aumento, trouxe um desconforto nos agentes penitenciários. A pesquisa visou acompanhar o bem estar dos agentes em sua relação de trabalho.

Para a  coordenadora da pesquisadora Gabriela Mota “É um tipo de trabalho para o qual não existe home office, eles não podem ficam em casa, precisam continuar fazendo o trabalho presencial e isso os coloca em um risco muito grande de serem contaminados e ao mesmo tempo de serem um vetor de transmissão porque no sistema penitenciário a doença não existe a não ser que entre, a não ser que alguém leve. E agora as visitas estão suspensas. Esses profissionais são o único vetor de transmissão possível caso não haja ninguém contaminado lá dentro” comentou.

Os fatores que trazem desconforto aos agentes de polícia são a má alimentação, a desinformação sobre a pandemia, a carga de trabalho, eles serem o único vetor de comunicação e o medo de serem contaminados.

Além disso o número de detentos aumentou como declara um dos pesquisados “Nós tivemos um crescimento do número de presos contaminados, de presos que já morreram e de policiais penais nessas duas situações”, com isso o alerta mental deixa espaço para as doenças.

A pesquisa também mostrou que da quantidade de trabalhadores desta área sujeitos a pesquisa, apenas 12,1% havia recebido o preparo para trabalhar em meio a pandemia da Covid 19, os demais ainda não estavam emocionalmente preparados.

Fonte: Portal Foco Amazônico    Foto: Assembleia Legislativa de São Paulo

Publicações Relacionadas

Contra a Covid-19: Escola de Samba Reino Unido doa 500 macacões de proteção aos coveiros

Francisco Araujo

Especialista alerta para os impactos da desidratação antes e durante a atividade física

Conceição Melquiades

Anvisa alerta sobre aumento de intoxicação por produtos de limpeza

Francisco Araujo

Deixe um comentário

WhatsApp chat